Sexta-feira, 21 Julho 2017  15:37:59

Aécio é afastado do mandato de senador

  • Escrito por  Reuters
Edson Fachin, determinou o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato de senador, mas rejeitou um pedido de prisão do parlamentar Edson Fachin, determinou o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato de senador, mas rejeitou um pedido de prisão do parlamentar (Foto: Reprodução)

O ministro relator da operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou o afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato de senador, mas rejeitou um pedido de prisão do parlamentar apresentado pela Procuradoria-Geral da República, em inquérito que tramita no STF a partir de novas provas obtidas na investigação, disseram fontes com conhecimento das decisões nesta quinta-feira.

O afastamento de Aécio foi determinado depois que o senador foi gravado pedindo 2 milhões de reais ao empresário Joesley Batista, um dos donos do frigorífico JBS (JBSS3.SA: Cotações) e que fechou acordo de delação premiada com a Justiça. A revelação foi feita pelo jornal O Globo na quarta-feira e confirmada à Reuters por três fontes.

À frente do PSDB, Aécio anunciou no fim da tarde que se licenciava da presidência da legenda para se dedicar a provar sua inocência. O senador afastado disse ainda, por meio de comunicado, que indicava o também senador Tasso Jereissati (CE) para assumir interinamente o cargo.

Aécio foi alvo nesta quinta-feira de operação da Polícia Federal que cumpriu mandados de busca e apreensão em diversos endereços ligados a ele no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, além de seu gabinete no Congresso Nacional.

A Procuradoria-Geral da República chegou a pedir a prisão do senador, mas o ministro Fachin não acatou, de acordo com uma fonte. Mais cedo uma outra fonte havia dito à Reuters que o ministro do STF havia decidido encaminhar ao plenário do Supremo o pedido de prisão apresentado pela PGR contra Aécio.

Agentes da PF estiveram no início da manhã em um prédio de frente para a praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, onde Aécio tem um apartamento, e também em endereços do senador em Minas Gerais, incluindo uma casa e um apartamento.

A irmã e assessora de Aécio, Andrea Neves, foi presa em Minas Gerais.

A Polícia Federal também cumpriu mandados nesta manhã no Congresso Nacional, onde fez buscas nos gabinetes de Aécio, do também senador Zezé Perrela (PMDB-MG) e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), segundo uma fonte, que acrescentou que um ex-assessor do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) também está entre os alvos da ação no Rio de Janeiro.

 

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.