Segunda-feira, 15 Outubro 2018  21:18:33

Missas marcarão Dia de Santo Antônio em Itirapina

  • Escrito por  DA REDAÇÃO

Para celebrar o padroeiro da cidade de Itirapina, Santo Antônio, comemorado hoje, 13 de junho, a Paróquia organizou duas celebrações religiosas, que serão realizadas na Igreja Matriz. Também terá o tradicional bolo do “Santo Casamenteiro”.

Serão realizadas duas Celebrações Eucarísticas, uma às 8h, onde terá a bênção dos pães e do bolo de Santo Antônio. A outra às 19h, com bênçãos do sal e da água, e logo após acontecerá o hasteamento do mastro de Santo Antônio, São João Batista e São Pedro na Praça da Igreja Matriz.

A Paróquia também organizou a tradicional Festa de Santo Antônio, que teve início no último dia 2 de junho. Neste período estão sendo realizadas atividades religiosas e festivas.

O encerramento das festividades do padroeiro de Itirapina será no dia 24 de junho, às 18h, com a Celebração Eucarística e procissão. Como ocorre todo ano, a renda de toda a festa será em benefício das obras paroquiais.

Polêmica

A escolha do padroeiro de Itirapina foi polêmica de acordo com o Padre José Donizeti de Oliveira, o Padre Dony. “A decisão do padroeiro é uma boa história e bastante polêmica”, ressalta.

Segundo o pároco, em 1833 iniciou-se como paróquia de Imaculada Conceição no distrito de Itaqueri da Serra, em 1873 passou para Itaqueri da Várzea, uma cidade de dois mil habitantes que desapareceu. Apenas em 1891 as atividades religiosas passaram para capela de Santo Antônio, devido à estação ferroviária que estava sendo inaugurada na cidade. “Os portugueses tem devoção pela Imaculada Conceição e os italianos por Santo Antônio, mas a história não para por aí. Hoje onde é a Igreja da Matriz era de São Joaquim, construída por Joaquim José Maia, e aí a grande polêmica, ter que escolher entre os três santos”, observou.

O Padre conta que onde hoje existe o coreto era a Capela de Santo Antônio, que acabou sendo escolhido o padroeiro da cidade, então a atual Matriz foi trancada por Maia. “Maia trancou a igreja devido à escolha por Santo Antônio, até que um dia a capela estava sendo ruída, daí o povo católico arromba a Igreja de São Joaquim e passa todas as atividades para a Matriz, ficando dois padroeiros, mas prevaleceu Santo Antônio”, explica.

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.