Sábado, 23 Setembro 2017  21:43:42

'Escrava Mãe' da Record teve cenas filmadas em Brotas

  • Escrito por  Redação
Locação em Brotas foi o cenário do primeiro encontro do casal central da novela, Juliana e Miguel, exibido já no capítulo de estreia Locação em Brotas foi o cenário do primeiro encontro do casal central da novela, Juliana e Miguel, exibido já no capítulo de estreia (Foto: Divulgação)

Com 'Escrava Mãe', a Rede Record reinaugurou seu segundo horário de novelas. O folhetim, que vai ao ar às 19h30 de segunda a sexta-feira, teve cenas gravadas em Brotas, interior de São Paulo. O Hotel Fazenda & Ecoturismo Areia que Canta, que serviu de locação na cidade, foi o cenário do primeiro encontro do casal central da novela, Juliana e Miguel, exibido já no capítulo de estreia. A história é um spin-off do clássico Escrava Isaura, romance de 1875 escrito por Bernardo Guimarães. Embora o livro original contenha algumas informações sobre a origem de Juliana, mãe de Isaura, o universo que antecede à chegada da personagem icônica foi criado livremente pelo autor e diretores da novela.

A história se passa no Rio de Janeiro, no ano de 1808, e narra a história de amor entre a escrava Juliana (Gabriela Moreyra) e o feitor branco Miguel (Pedro Carvalho). O casal terá como obstáculos a obsessão do Comendador Almeida (Fernando Pavão) – patrão de Miguel e proprietário de Juliana – pela moça, e o interesse da vilã e sinhá de Juliana, Maria Isabel (Taís Fersoza), pelo rapaz.

A equipe da novela Escrava Mãe fez algumas gravações nas margens do Rio Tamanduá, dentro do Hotel Fazenda & Ecoturismo Areia que Canta.  As corredeiras do rio fazem parte do passeio guiado oferecido pelo sítio turístico, dentro do "Circuito Areia que Canta". São várias atividades para hóspedes e visitantes, como travessias cênicas suspensas, prainha, escorrega e hidronatural  para toda a família. O passeio inclui ainda a visita a uma das atrações mais famosas de Brotas: a nascente "Areia que Canta". A água que brota da terra forma uma piscina natural de 10m de diâmetro e águas límpidas, que se misturam a uma areia muito branca e fina, de quartzo puro. Quando as partículas de quartzo entram em atrito com o esfregar das mãos, por sua forma arredondada, produzem um som parecido com o de cuíca, por isso o nome "Areia que Canta". 

 

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Bogas
Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.