Segunda-feira, 25 Setembro 2017  04:26:03

6º Congresso Paulista de Esperanto será em São Carlos

  • Escrito por  Patrícia Ribeiro

De 12 a 14 de outubro acontece o 6º Congresso Paulista de Esperanto em São Carlos.

O evento será na Sociedade Espírita Obreiros do Bem que fica na Rua Vivaldo Lanzoni, 200 no bairro Lagoa Serena. Nesta sexta-feira, 12, as atividades serão das 15h às 22h. No sábado, 13, será das 8h às 22h e domingo, 14, das 8h às 12h. Haverá curso básico para iniciantes.

A língua universal Esperanto comemora este ano 125 anos de existência. Trata-se de uma língua bastante útil para a comunicação internacional possibilitando que pessoas de diferentes lugares do mundo interajam entre si proporcionando união entre elas.

É uma língua neutra, pois não pertence a nenhum povo ou país em especial, é igualitária do ponto de vista lingüístico. É relativamente de fácil aprendizado graças à sua estrutura e construção da língua. E viva, pois é uma língua que evolui e vive igualmente como outras línguas e através dela é possível expressar os mais diversos aspectos do pensamento e sentimento humanos.

“Anualmente acontece congressos a nível regional, estadual, nacional e internacional de Esperanto. É muito importante para os esperantistas e também para a cidade de São Carlos que foi escolhida para receber toda a diversidade cultural que encontros como este proporcionam”, conta a professora e pedagoga praticante do Esperanto, Aparecida Mandarini R. Menegasso.

De acordo com Aparecida a importância de aprender Esperanto está na relação obtida entre pessoas de várias partes do mundo, sendo instrumento apropriado para o cultivo de amizade e colaboração entre pessoas de diferentes línguas nacionais. “Os esperantistas sentem-se muito amigos entre si, formamos uma grande família. Há muito respeito entre nós. Viajamos para vários lugares onde somos acolhidos na casa de pessoas que falam Esperanto, assim como também frequentemente recebemos esperantistas em nossa casa. Há uma troca e aprendemos muito uns com os outros”.

A língua Esperanto foi criada por Lázaro Luiz Zanenhof e hoje é a língua planejada mais falada no mundo. O esperanto é empregado em viagens, correspondência, intercâmbio cultural, convenções, literatura, ensino de línguas, televisão e transmissões de rádio. Encontra-se em Esperanto livros importantes como a Biblia Sagrada, Machado de Assis e José de Alencar. É usado em mais de 120 países.

Aparecida, que hoje dá aulas gratuitas de Esperanto aos interessados, diz que o aprendizado é rápido e fácil. “Em três meses é possível aprender o básico em Esperanto e um pouco mais de tempo para aperfeiçoes. A língua contém 16 regras fixas e regulares e qualquer pessoa em qualquer idade pode aprender”.

PUBLICIDADE

Anacã

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.