Sábado, 21 Julho 2018  00:17:14

Acidente de trabalho traz condenação de R$ 100 mil ao McDonald´s

  • Escrito por  Fábio Taconelli

O procurador Rafael de Araújo Gomes, da Procuradoria Regional do Trabalho da 15ª Região, sediada em Araraquara, instaurou inquérito civil e a Justiça do Trabalho condenou a empresa Arcos Dourados (McDonald´s) a pagar danos morais coletivos de R$ 100 mil por negligenciar a proteção dos trabalhadores de uma das lojas de São Carlos.

A partir de um caso noticiado na imprensa local, Gomes apontou que uma funcionária sofreu queimaduras com óleo de cozinha durante a limpeza de uma fritadeira. Ainda segundo o procurador, a empresa falhou na adoção de providências ao socorro e não custeou o deslocamento a uma unidade hospitalar.

Depois do acidente, a Procuradoria pediu uma fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego, que constatou algumas irregularidades como menores de 18 anos trabalhando em chapas e fritadeiras. A atividade é proibida a trabalhadores abaixo dos 18 anos. Os pisos da loja também ofereciam riscos de acidentes aos empregados.

Acordo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) tentou firmar um acordo com a Arcos Dourados, mas os representantes quiseram tirar o item em que pedia a prestação imediata dos primeiros socorros aos trabalhadores, o que provocou a Ação Civil Pública. A Justiça do Trabalho, porém, condenou o McDonald´s a prestar os primeiros socorros e, “havendo possibilidade de locomoção do acidentado, que a promova por qualquer meio eficaz, até a unidade médica mais próxima e, posteriormente, arque com os custos que teve o funcionário socorrista, sob pena de multa de R$ 10 mil por ocorrência”.

Também é obrigada a seguir oferecendo Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de fazer treinamentos e reavaliar os mecanismos de prevenção à saúde do trabalhador, sob pena de multa.

De acordo com nota da Procuradoria do Trabalho, cabe recurso à ação no TRT-15. As multas e as indenizações por danos morais serão revertidas ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A assessoria de imprensa do McDonald´s foi procurada para se pronunciar sobre a decisão, mas informou que não comenta casos em andamento na Justiça.

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.