Terça-feira, 21 Novembro 2017  17:28:08

República do cinismo

  • Escrito por  Redação

A obscenidade, a falta completa de vergonha na cara, a imoralidade, em síntese, o cinismo dos homens públicos deste País é reflexo e resposta à apatia, à falta de energia, à indiferença da sociedade civil nacional, de um modo geral desorganizada, desunida, fraca. Em 2015, durante as manifestações que reuniram milhões nas ruas do Brasil todo, muitos disseram que “o gigante havia acordado”. Hoje, passados dois anos, e uma lista enorme, quase incontável, de escândalos, o que julgavam um despertar do gigante parece muito mais ter sido uma convulsão no nosso quadro de coma. 

Somente nesta semana, dois exemplos da falta de escrúpulos das nossas “autoridades” dão o tom do momento infame que vivemos: Michel Temer, primeiro, negar ter voado no avião da JBS; depois, na maior cara de pau, dizer que sim, voou, mas que não sabia ser de Joesley. O outro exemplo é o do julgamento do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer pelo Tribunal Superior Eleitoral. 

“Herman Benjamin [relator do processo] expõe uma tonelada de depoimentos e provas do dinheiro sujo, roubado da Petrobras, que irrigou a campanha da chapa Dilma/Temer. Não vai adiantar nada, mas ficará registrado para sempre que o TSE, ao absolver Dilma/Temer, se tornou um tribunal de república bananeira”, lamenta o site O Antagonista: "A realidade é que os dois partidos da coligação (PT e PMDB), ao longo dos anos, usufruíram de vários valores ilícitos derivados de práticas corruptas da Petrobras", afirma o relator. 

E, a cada dia do julgamento, vai ficando mais clara a tendência dos juízes em absolver o crime que aparece escancarado aos olhos da nação. E o gigante, em coma, segue vegetando. 

 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Anacã
Prefeitura Dengue v2
Bogas
Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.