Terça-feira, 21 Novembro 2017  13:12:27

Pra boi dormir

  • Escrito por  Redação

Ontem, tentando se explicar sobre o aumento de impostos (que garantiu que não haveria uns meses atrás), Michel Temer disse: "Vocês lembram que nós abandonamos logo no começo do governo a CPMF, algo que estava no horizonte de todos quando assumimos (…) mas agora levamos a efeito um pequeno aumento que diz respeito apenas ao combustível e não diz respeito ao serviço. A população vai compreender porque esse é um governo que não mente".

Dizer que o governo não mente é mais uma mentira do governo. E as críticas, claro, não demoraram a surgir. O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, disse: "Desviam 200 bilhões (de reais) por ano praticando corrupção; deixam de aprovar no Congresso medidas anticorrupção; gastam mais do que devem, inclusive via emendas milionárias para parlamentares a fim de comprar o apoio parlamentar para livrar Temer da acusação legítima por corrupção; e agora querem colocar a conta disso tudo no nosso bolso, aumentando impostos."

A fala do presidente é, claro, conversa pra boi dormir. Não à toa em meio ao discurso de Temer na Cúpula do Mercosul o ministro da fazenda, Henrique Meirelles, tirou rápidos e variados cochilos, tendo sido flagrado pelas câmeras de televisão. 

 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Prefeitura Dengue v2
Prefeitura Dengue v3
Prefeitura Dengue v1
Atlântica
Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.