Terça-feira, 21 Novembro 2017  12:21:49

Ditadura é ditadura

  • Escrito por  Redação

O esforço da esquerda latino-americana para legitimar – e vitimizar – ditaduras e ditadores comunistas no continente é lamentável e preocupante. Alguns de seus críticos se limitam apenas a dizer que é “uma ideologia ultrapassada e retrógrada”, quando na verdade é uma ideologia viva, atuante e destrutiva. Cuba e Venezuela estão aí para provar isso com todas as cores e dores. O fato de esses regimes ainda serem elogiados e seus líderes aclamados prova apenas que o espírito totalitário sopra ainda em muitas mentes e assombra ainda muitos corações.     

Nesta última semana, por exemplo, “os três principais partidos de esquerda do Brasil - PT, PC do B e PDT - intensificaram o discurso em defesa do regime chavista de Nicolás Maduro na Venezuela no momento que o país vizinho vive uma escalada de violência política que já deixou mais de cem mortos desde abril, segundo o Ministério Público local”, diz matéria da Agência Estado. 

A Agência ainda explica que na quarta-feira passada, o PT e o PC do B subscreveram em Manágua, capital de Nicarágua, a resolução final do 23º Encontro do Foro de São Paulo, organização que reúne diversos partidos de esquerda da América Latina e do Caribe. Esqueceu de dizer apenas que, além de partidos, o Foro de São Paulo reúne ainda guerrilhas terroristas, como as FARC. 

“O texto defende a elaboração de uma nova Constituição que amplia os poderes de Maduro, exalta o ‘triunfo das forças revolucionárias na Venezuela’ e diz que a ‘revolução bolivariana é alvo de ataque do imperialismo e de seus lacaios’”. O discurso pode parecer batido para os que não foram – ou deixaram de ser – intoxicados por essa ideologia nefasta, que se apoia na existência da miséria, da pobreza e da exclusão para aumentar e concentrar poderes nas mãos das lideranças partidárias, “iluminados” que, uma vez no poder, de tudo fazem para lá permanecerem. Exemplo maior do que os irmãos Castro no continente não há.   

Ditadura é ditadura. Truculência é truculência. Perseguição é perseguição. Abuso de poder é abuso de poder. Venha ela da direita ou da esquerda. E o que a esquerda brasileira revela ao apoiar o “Socialismo do século XXI” na Venezuela e homenagear Fidel Castro é simplesmente reconhecer que, para ela, a ditadura, a truculência, a perseguição e o abuso de poder, quando emana da esquerda, é não apenas legítimo, como também é digno de louvor. 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Bogas
Prefeitura Dengue v1
Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.