Quarta-feira, 22 Novembro 2017  10:42:31

O dever de saber

  • Escrito por  Redação

A pessoa que luta para alcançar determinado cargo, que se esforça para ter algum tipo de poder, tem, obrigatoriamente, de estar à altura do desafio. É uma questão de ver. É uma questão de honestidade. É uma questão de responsabilidade para com a função e as pessoas por ela afetadas. E não é preciso enfatizar muito o fato de que diferentes funções trazem diferentes responsabilidades. 

As funções políticas são, irônica e tragicamente, neste país, as que mais responsabilidade trazem, ao mesmo tempo em quase nenhum exigência é feita para seus ocupantes. Ontem, por exemplo, o ex-presidente Lula, em entrevista à rádio Tiradentes do Amazonas, transmitida ao vivo pelo Facebook, voltou a negar que soubesse de casos de corrupção dentro do PT. "Tem muitas coisas que acontecem dentro da sua casa, na sala do lado do seu trabalho, e você não sabe. Você não é obrigado a saber". 

O ex-presidente, em parte, tem razão: primeiro, a traição e a mentira estão sempre ligadas às pessoas mais próximas; afinal, ninguém espera lealdade e verdade dos inimigos; segundo, toda a máquina governamental é muito complexa e ter plena consciência de tudo o tempo todo é quase impossível. Mas existe um ponto a ser questionado: a obrigação de saber existe ou não? 

Claro que sim! Pois ela é uma das responsabilidades do cargo. Em especial de alguém com a responsabilidade de um presidente da república. E eis aqui um dos grandes dramas do cargo: ao mesmo tempo em que é quase impossível saber de tudo o tempo todo, e assim evitar (se este é o interesse do ocupante do cargo) o mal, é dever dele se esforçar ao máximo para evitá-lo e, no momento que toma consciência dele, agir com firmeza.

Certo: ainda que não se sentisse obrigado a saber, era dever de Lula, no momento em que tomara consciência dos fatos, responsabilizar os culpados. Mas foi isso o que ele fez? 

Não é o que parece. 

Avalie este item
(0 votos)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Prefeitura Dengue v3
Atlântica
Anacã
Prefeitura Dengue v2
Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.