Quarta-feira, 22 Novembro 2017  20:02:22
Terça, 11 Junho 2013 16:36

O ânimo do Uruguai para a Copa das Confederações dependerá de o time ter feito sua lição de casa na crucial partida contra a Venezuela pelas eliminatórias da Copa, quatro dias antes do início do torneio preparatório no Brasil.

 

Os uruguaios, bicampeões mundiais, foram semifinalistas da Copa em 2010, mas, com um time envelhecido, somam apenas dois pontos nas últimas seis rodadas das eliminatórias.

O técnico Oscar Tabárez teve algum alento com a vitória de 1 x 0 sobre a França num amistoso na semana passada, mas deu a entender que ainda vê um longo caminho pela frente.

"Precisamos usar muito papel e lápis, rasgar e escrever de novo", disse enigmaticamente o ex-professor Tabárez a jornalistas.

"Temos de ir trabalhar no gramado, e de lá sairão as conclusões. Há algumas dúvidas que me fazem refletir. Estamos conscientes de que iremos jogar uma partida que praticamente decidirá as coisas para nós."

Independentemente do que acontecer contra a Venezuela, a "Celeste" está satisfeita em disputar a Copa das Confederações, entre 15 e 30 de junho.

O time ficou entre os quatro primeiros colocados em cinco das 11 Copas do Mundo que disputou. Seu problema normalmente é chegar até lá. Tabárez costuma dizer que a parte mais difícil das Copas são as eliminatórias. Nas três últimas edições, o time precisou disputar uma repescagem para ficar com a vaga, o que conseguiu em 2002 e 2010.

O Uruguai disputa a Copa das Confederações na qualidade de vencedor da Copa América em 2011 - 15º título continental uruguaio. O time já esteve na edição de 1997, na Arábia Saudita, quando ficou em quarto.

Seus destaques continuam sendo o ataque que levou o Uruguai às semifinais na Copa de 2010, com Luis Suárez, Diego Forlán e Edinson Cavani. Mas Forlán já passou do seu auge, e isso pode representar uma chance para aspirantes como Abel Hernández, Gonzalo Castro e Cristian Stuani.

O time tem uma estreia complicada no Grupo B, contra a poderosa Espanha, no Recife. Os outros adversários na primeira fase serão a Nigéria, em Salvador, e o Taiti, novamente no Recife.

 

 

0
Terça, 11 Junho 2013 16:03

Pelé fez um apelo nesta terça-feira à torcida brasileira para que tenha paciência com a seleção e incentive a equipe durante a disputa da Copa das Confederações deste mês.

 

"Eu vou fazer um pedido para o torcedor brasileiro. Nós estamos em formação, esse torneio é um torneio de 15 dias. Não vamos vaiar a nossa seleção", disse Pelé a jornalistas em São Paulo.

A Copa das Confederações, torneio com oito seleções incluindo os campeões mundiais Uruguai, Espanha e Itália, é considerada um teste crucial para o Brasil antes do desafio de disputar uma Copa do Mundo em casa pela primeira vez desde 1950.

Mais de 80 por cento dos ingressos foram vendidos e os jogos do Brasil certamente estarão com arquibancadas lotadas, o que pode pesar para o bem ou para o mal. Em partidas recentes disputadas em casa, a torcida passou da empolgação inicial às vaias por insatisfação com o desempenho da equipe.

No empate por 2 x 2 com o Chile, os torcedores inclusive gritaram "olé" para os chilenos em Belo Horizonte. Em outro empate pelo mesmo placar, contra a Inglaterra, no Maracanã, este mês, o meia-atacante Hulk foi alvo de vaias ainda nos primeiros minutos após cometer alguns erros.

O técnico Luiz Felipe Scolari ainda foi chamado de "burro" no segundo tempo da mesma partida ao realizar uma substituição a contragosto da torcida.

No domingo, o Brasil encontrou ambiente mais amigável ao vencer a França por 3 x 0, em Porto Alegre. Pelé defendeu que esse seja o comportamento também durante a competição, que começa no sábado com o jogo Brasil x Japão, em Brasília.

"Vamos apoiar, mesmo que não saia bem para os jogadores, é uma preparação para a Copa do Mundo", afirmou.

 

O Brasil ainda enfrentará na primeira fase da competição México e Itália, em Fortaleza e Salvador -- duas cidades que tradicionalmente são calorosas na recepção ao time.

0
Terça, 11 Junho 2013 13:16
Publicado em  Esporte - Futebol - Amador
Escrito por

Aconteceu neste final de semana a primeira de duas rodadas das quartas de final do Campeonato Interno de Futgrama Society, que é realizado do São Carlos Clube.

Os jogos decisivos tiveram início sábado, 8, pela categoria novatos. O Diag. Cardiovascular entrou em campo desfalcada e foi goleada pela  Líder Concreto por 5 a 0. Agora a Diag. Cardiovascular necessita vencer pelo mesmo placar no próximo fim de semana para poder se classificar para as semifinais. 

A Red Back, que jogava pelo empate nas duas partidas para seguir em frente, perdeu por 3 a 2 para o Amarelinho Despachante, necessitando da vitória por qualquer placar na próxima partida.

A Estatec Fundações jogou contra o Anglo e venceu por 4 a 1. O Anglo necessita de três gols de diferença para continuar na disputa.

Pela categoria veteranos, houve uma equilibrada partida entre Camiseteria Sports e Concreband que empataram em 1 a 1. Outro empate ocorreu no jogo entre Auto Escola Mazola e Fox Automação, que fecharam o placar em 2 a 2. Na próxima partida, a Auto Escola Mazola necessita da vitória para continuar na competição.

Domingo, 9, pela categoria veteranos, a Spa Água Santa garantiu a vitória sobre a Javep Chevrolet com um gol no final do segundo tempo, e agora pode jogar pelo empate na próxima partida.

A AVR Engenharia e Farmácia Alexandrina fizeram uma partida bem equilibrada e que terminou em 0 a0. A Alexandrina terá que vencer a próxima partida para continuar na disputa do ouro.

Pela taça prata, a Remar Seguros ganhou do Sicred por 1 a 0 e continua na competição. Pela categoria novatos, a Cogeb Supermercados entrou em campo jogando pelo empate nas duas partidas contra o Dynamo. O empate em 2 a 2 fez com que o Dynamo precise da vitória no próximo jogo.

0
Terça, 11 Junho 2013 13:14
Publicado em  Esporte - Futebol - Copa Mundo
Escrito por

A seleção brasileira enfim desencantou. No último amistoso, na Nova Arena do Grêmio, contra a França, a vitória por 3 a 0 encheu de orgulho o torcedor que andava meio cabisbaixo. Mas ainda é pouco, pois a seleção que mais ganhou a Copa do Mundo tem uma torcida exigente, que está acostumada apenas a vencer.

 

Na boca do povo o Brasil tem por obrigação ser campeão da Copa do Mundo de 2014, que será disputada em solo tupiniquim, e a preparação oficial começa no próximo sábado, 15, na partida entre Brasil e Japão, na abertura da Copa das Confederações.

Mas, para os colecionadores, a competição já começou. Pela primeira vez um álbum oficial tem uma versão dedicada à Copa das Confederações, e se a seleção não vai tão bem, a venda de álbuns e figurinhas segue de vento em polpa. É o que afirma Eduardo Andrade, proprietário de uma tradicional banca de revistas na Praça da XV. “Não estou surpreso porque sabemos do sucesso dos álbuns de futebol. O álbum e as figurinhas vendem que nem água, chegam na sexta-feira e acabam no mais tardar na segunda. Na verdade estamos é perdendo vendas, porque a própria fabricante não apostou tanto no sucesso”.

Essa também é a mesma opinião de outros proprietários de bancas espalhadas por São Carlos, em pesquisa realizada pela reportagem do Jornal Primeira Página.

 

Figurinhas repetidas - Além das vendas, o sucesso fica pelas trocas entre colecionadores de figurinhas repetidas, que se organizam para conseguir completar seus álbuns o quanto antes, e o ponto de encontro em São Carlos é justamente a Praça da XV.

“No último domingo, com chuva, tinha entre 30 e 40 pessoas trocando, e o mais legal é que varia muito a idade, a maioria tem menos de 30 anos, mas tem também os pais que acompanham os filhos” afirma Eduardo.

 

0
Segunda, 10 Junho 2013 15:54

Apesar da conclusão de apenas dois estádios dentro do prazo estabelecido pela Fifa e de algumas arenas não terem passado pelos eventos-teste previstos, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta segunda-feira, 10, que o Brasil merece nota 9 pela preparação para a Copa das Confederações.

 

O torneio, o principal teste para a Copa do Mundo de 2014, será disputado a partir de sábado em seis cidades-sede, mas apenas Fortaleza e Belo Horizonte cumpriram o prazo de conclusão dos estádios, até dezembro de 2012.

As outras arenas - Brasília, Recife, Rio de Janeiro e Salvador - sofreram atrasos e algumas só foram testadas de forma oficial a menos de um mês do início da competição.

Palco da final da Copa das Confederações e da decisão do Mundial, o Maracanã teve apenas um jogo realizado após a reforma completa ao custo de cerca de 1,2 bilhão de reais, e ainda com obras pendentes tanto dentro como do lado de fora.

Mesmo estádios com mais eventos-teste realizados tiveram problemas, como a Arena Fonte Nova, em Salvador. Parte da cobertura do estádio se rompeu por causa da chuva no mês passado e os responsáveis pela obra tiveram que correr contra o tempo para corrigir o problema antes do início do torneio.

Em vários estádios novos, torcedores enfrentaram dificuldades nos banheiros, na compra de alimentos e de acesso.

Problemas a parte, o ministro do Esporte disse durante teleconferência com a imprensa internacional que o Brasil merece nota 9 pela preparação para o torneio, que será "um evento com o êxito esperado pelo país e pelo mundo", segundo Aldo.

"Nós conseguimos entregar todos os estádios, mas poderíamos ter entregue com antecedência maior para realização dos eventos-teste, e anteciparia também a correção de alguns problemas que apareceram na realização de alguns jogos", reconheceu o ministro.

"Além disso, eu creio que todos os demais quesitos foram executados de acordo com as nossas expectativas. Nós teremos uma Copa das Confederações realizada corretamente como principal evento que antecede a Copa do Mundo de 2014."

Segundo o ministro, os atrasos nas obras dos estádios não vão se repetir nas seis arenas restantes para a Copa do Mundo, que devem ficar prontos até dezembro deste ano. São eles: Cuiabá, Curitiba, Manaus, Natal, Porto Alegre e São Paulo.

A Fifa, que diversas vezes criticou o ritmo da preparação do Brasil para a Copa das Confederações, disse que não vai abrir exceções para a entrega dos estádios da Copa do Mundo, e até ameaçou reduzir o número de sedes se alguma arena não ficar pronta a tempo.

"Os estádios começaram a ser construídos quase todos simultaneamente. Dos 12, seis já foram entregues. Esse era o prazo mais difícil de ser cumprido", disse Aldo.

"Os demais estádios recebem um acompanhamento dia a dia do governo, nós sabemos a evolução mensal da construção desses estádios... A evolução das obras desde seu início nos indicam que elas podem ser cumpridas em dezembro e nós temos cobrado esse compromisso dos responsáveis pelas obras."

A maior preocupação nesse sentido diz respeito ao estádio de São Paulo, que chegou a ser alvo de ameaça do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, se não fosse concluído em dezembro. De acordo com o ministro, o estádio terminou o mês de maio com 76 por cento das obras concluídas e ficará pronto a tempo

 

0
Segunda, 10 Junho 2013 14:31
Publicado em  Esporte - Futebol - Amador
Escrito por

Uma rodada marcada por uma expressiva goleada e outros três jogos bem equilibrados. Assim foi o complemento da 5ª rodada do 36º Campeonato Interno de Futebol, promovido pelo São Carlos Country Club.

 

Após os resultados, do 1º ao 6º colocado, apenas dois pontos separam as equipes na tabela de classificação.

O Hair’s Company/Drima Bebedouros folgou na rodada. Mesmo assim foi beneficiado pelos resultados e não perdeu a ponta. O Prosol/Viracopos que poderia ‘roubar’ a ponta, ficou no 2 a 2 com a AE Mazola/Amaral Fotos Aéreas (venceu por 4 a 3 nas penalidades e somou 2 pontos). Com isso ambas equipes somam 12 pontos.

Na sequência aparecem quatro equipes com 10 pontos ganhos: Avalanche/Droga Rio que não jogou na rodada e Valmart, Colégio Vincere e o Mazola/Amaral.

 

A rodada – O destaque da rodada ficou para o Jr Som e luz/Banana Brasil que não tomou conhecimento do Golden Sports e venceu por 12 a 2, aplicando uma das maiores goleadas na temporada 2013.

Com o resultado a equipe chegou aos 7 pontos ganhos e tenta encostar nos primeiros colocados.

 

Resultados

Golden Sports 2 x 12 Jr Som e Luz/Banana Brasil

Valmart (5) 2 x 2 (4) Auto Elétrico Oba/Pódio Sports

Cogeb Supermercado 3 x 5 Colégio Vincere

Auto Escola Mazola/Amaral Fotos Aéreas (3) 2 x 2 (4) Prosol/Viracopos

 

Golden Sports 2 x 12 Jr Som e Luz/Banana Brasil

 

Golden Sports: Ricardo; Sérgio Silva, Sérgio Lemos, Murillo e Maurício; Maurício, Matheus, Luas e Zé Aparecido; Alessandro e Denis. Gols: Denis (2). Téc.: Kaká.

Jr Som e Luz/Banana Brasil: Pedro; Rodrigo, Tales, Marco e Zé Aiello; Gustavo Roberto, Gustavo Lopes, Erick e Eduardo; Daniel e Antonio. Jogaram ainda João Paulo e Ivair. Gols: Tales (2), Antonio (3), Zé Aiello (2), Ivair(2), Erick, Rodrigo e Gustavo Lopes.

Árbitro: Gilberto Correa.

Assistentes: Julio Sigoli e Ângelo Freitas.

Obs.: Fátima Monteiro.

 

0

PUBLICIDADE

Bogas
Anacã
Prefeitura Dengue v2

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.