Quarta-feira, 22 Novembro 2017  19:03:29
Domingo, 10 Maio 2015 07:57

A estreia no Campeonato Brasileiro vai passar quase batida pelo calendário do São Paulo neste mês de maio. O time recebe o Flamengo, neste domingo, no estádio do Morumbi, na capital paulista, às 16 horas, mais preocupado com a disputa da Copa Libertadores e deve escalar uma equipe mista.

O técnico Milton Cruz está focado na partida de volta das oitavas de final contra o Cruzeiro, na quarta-feira, em Belo Horizonte, e vai definir os titulares de acordo com o cansaço do elenco. A preferência será por jogadores que não têm chances de atuar nos dois jogos contra o clube mineiro.

O zagueiro Lucão e o meia Boschilia, por se apresentarem nos próximos dias à seleção brasileira sub-20, devem ser escalados. O zagueiro Dória cumpriu suspensão na última quarta-feira e retorna à equipe. O São Paulo ainda trata o Brasileirão em segundo plano porque o mês pode ser decisivo. Se passar pelo Cruzeiro, joga logo nas duas semanas seguintes pelas quartas de final da Libertadores.

As possíveis mudanças para encarar o Flamengo não devem afetar a forma de o time atuar. Milton Cruz já fixou o esquema com três volantes e um atacante centralizado. A partida será a chance para alguns reservas demonstrarem boa atuação e também será especial para um jogador que é praticamente titular. “O Brasileirão é um campeonato muito especial e disputado. Quero estar bem concentrado para poder jogar bem”, disse o meia argentino Centurión, que pela primeira vez vai disputar a competição nacional.

O clima de tranquilidade pela boa fase da equipe e o início de Brasileirão vão possibilitar à diretoria para fazer uma cerimônia no intervalo. O presidente do clube, Carlos Miguel Aidar, vai entregar a ex-jogadores uma placa de agradecimento. O mesmo ato será repetido nos próximos jogos do time no Morumbi.

0
Domingo, 10 Maio 2015 07:47

A Ponte Preta está ciente que o primeiro objetivo no retorno à Série A do Campeonato Brasileiro é evitar um novo rebaixamento. E, para isso, vai trabalhar com uma “mini-meta” de conquistar 15 pontos a cada 10 rodadas. Com a matemática debaixo dos braços, o time de Campinas espera começar a cumprir parte das metas já na estreia contra o Grêmio, neste domingo, às 11 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre.

Para evitar sofrimento no fim da competição, a diretoria conta com a colaboração do matemático Laércio Venditti, professor da Universidade de Campinas (Unicamp). Ele foi o responsável por realizar os estudos e traçar as metas matemáticas do time. “Queremos fazer pelo menos 15 pontos para que estejamos na zona entre os oito ou 10 (primeiros colocados). No final do primeiro turno, estamos projetando 30 pontos”, destacou Ferreira, baseado nos dados estatísticos.

Apesar de o primeiro objetivo ser a permanência, Guto Ferreira tenta manter o discurso otimista. Após a boa campanha no Campeonato Paulista - onde foi eliminada pelo Corinthians, na derrota por 1 a 0, no estádio Itaquerão, nas quartas de final -, a comissão técnica sonha com voos mais altos. “Acreditamos que podemos terminar entre os dez. É difícil? É, mas precisamos confiar em nosso trabalho”, afirmou o treinador.

Para tentar surpreender o Grêmio, Guto Ferreira manterá o mesmo time que iniciou o amistoso contra o Orlando City, no sábado passado, nos Estados Unidos. O time de Kaká venceu por 3 a 2, na oportunidade. Com isso, o atacante Borges, principal reforço, deve ser apenas opção no banco de reservas, enquanto que os velocistas Biro Biro e Rildo atuam na frente.

 

0
Sábado, 09 Maio 2015 20:50

Nem sequer o palmeirense mais pessimista poderia imaginar uma estreia no Campeonato Brasileiro como a deste sábado à noite. O Palmeiras jogava no Allianz Parque, com o estádio recebendo um bom público e diante dos reservas do Atlético-MG na competição que todos no clube deixam claro que é o foco na temporada. Por pouco, não deixou o estádio dando um vexame. Com gol no último minuto, o time alviverde empatou por 2 a 2 com o Atlético, em jogo que serviu para mostrar ao técnico Oswaldo de Oliveira que ainda muita coisa precisa ser feita.

A expectativa do torcedor do Palmeiras era ver em campo aquele time que tanto deu orgulho no Paulista, com toques rápidos, movimentação e sufocando o adversário. Mas o que se viu, na verdade, foi a equipe com os mesmos problemas demonstrados na decisão contra o Santos, o que dá a entender que em jogos mais complicados as deficiências serão mais evidentes. E isso ficou claro diante dos reservas do Atlético.

Mais uma vez, o lado esquerdo foi o ponto fraco. Zé Roberto, que esbanja categoria, não tem conseguido acompanhar o ritmo dos velozes atacantes. Na decisão do Paulista, Geuvânio fez a festa em suas costas. Neste domingo, foi a vez de Cárdenas. 

Por causa disso, Robinho era obrigado a cair mais para o lado esquerdo e não conseguia dar conta de cobrir Zé e de marcar no meio. Outra situação ocorrida domingo passado. Para piorar a situação, Valdivia e Dudu cansaram de errar passes e propiciar o início do contra-ataque do adversário.

Assim, a alternativa foi apostar nos longos lançamentos, sem eficiência para Gabriel Jesus. O Atlético respondia na velocidade e quase abriu o placar após falha de posicionamento de Vitor Hugo, Maicosuel ficou frente a frente com Prass e bateu forte para uma grande defesa do goleiro. 

BATEU O DESESPERO - No segundo tempo, Antes mesmo de Oswaldo pensar em mexer no time, o Atlético aproveitou o espaço na lateral para abrir o placar. Aos 5, Eduardo passou para Patric, que, na velocidade, entrou na área, chutou cruzado e colocou os reservas atleticanos na frente.

Foi o estopim para Oswaldo finalmente mexer na equipe. Ele tirou Valdivia, colocou Egídio e mandou Zé para o meio. A alteração não surtiu o efeito esperado. Pelo contrário. A equipe tentou empatar de forma desorganizada. Oswaldo tirou Gabriel e colocou Alan Patrick, mandando a equipe praticamente inteira para o ataque. 

Com o time desorganizado, o empate só saiu na bola parada. Aos 36, Zé Roberto cobrou escanteio, Vitor Hugo subiu mais que a marcação e empatou. Aos 40, o espaço deixado com a saída de Gabriel foi aproveitado. Josué passou do meio para a direita e Jô bateu na saída de Prass e colocou o Atlético na frente. 

E no último minuto, no sufoco, Kelvin recebeu na esquerda e cruzou rasteiro para Rafael Marques empatar e evitar a derrota, no lance final do confronto. Apesar do empate, o palmeirense deixou a arena do clube com um sentimento de desconfiança em relação ao time.

PALMEIRAS 2 X 2 ATLÉTICO-MG

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Zé Roberto ; Gabriel (Alan Patrick), Robinho, Valdivia (Egídio), Rafael Marques e Dudu (Kelvin); Gabriel Jesus. Técnico: Oswaldo de Oliveira

ATLÉTICO-MG: Victor; Patric, Edcarlos, Tiago e Pedro Botelho; Josué, Eduardo (Danilo), Cárdenas (Carlos) e Giovanni Augusto (Dodô); Maicosuel e Jô. Técnico: Levir Culpi

GOLS: Patric, aos 5, Vitor Hugo, aos 36, Jô, aos 40, e Rafael Marques, aos 50 do segundo tempo.

JUIZ: Felipe Gomes da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS: Gabriel, Jô, Patric, Robinho e Josué.

PÚBLICO: 28.781 pagantes.

RENDA: R$ 2.004.965,00.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo.

0
Sábado, 09 Maio 2015 17:13

Principal jogador do São Paulo neste primeiro semestre, Michel Bastos pode reforçar a equipe no jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores, quarta-feira, contra o Cruzeiro, no Mineirão. Em recuperação depois de contrair dengue, o meia treinou normalmente neste sábado.

A atividade foi apenas recreativa, mas Michel Bastos trabalhou sem restrições. Na sexta-feira, ele já havia participado de uma parte dos trabalhos no gramado. O jogador passou a desfalcar o São Paulo no treino da quinta-feira da semana passada, diagnosticado inicialmente com uma virose.

Só na terça-feira é que os exames apontaram que Michel estava com dengue, fazendo dele desfalque para a partida contra o Cruzeiro no Morumbi, na quarta. O meia, entretanto, não chegou a ser internado em hospital e acompanhou a partida de um camarote no estádio. 

"O departamento médico programou folga para Michel Bastos neste domingo. Assim, poderá avaliar a reação do atleta após dois treinos. A expectativa é que ele se reapresente na segunda pela manhã junto aos demais jogadores e trabalhe com a mesma intensidade do time, visando o Cruzeiro", explicou o São Paulo.

BRASILEIRÃO - Milton Cruz não deu pistas do time que vai escalar para a estreia no Campeonato Brasileiro, neste domingo, no Morumbi, diante do Flamengo. Em entrevista à Rede Globo, o treinador disse que Paulo Henrique Ganso, entre outros jogadores pediu para ser utilizado mesmo que a comissão técnica opte por escalar reservas.

Rafael Toloi, Bruno, Denilson e Centurión não foram relacionados e ficam fora até mesmo do banco de reservas. Lucão e Boschilia devem jogar porque na segunda-feira se apresentam à seleção brasileira sub-20 e passam a ser desfalque para o time. Hudson, Luis Fabiano e Dória também deverão ser escalados para readquirir ritmo de jogo. Os três não atuaram diante do Cruzeiro suspensos, e estão há duas semanas e meia sem disputar partidas.

CONFIRA A LISTA DE RELACIONADOS DO SÃO PAULO:

GOLEIROS - Rogério Ceni e Renan Ribeiro;

LATERAIS - Auro, Carlinhos e Reinaldo;

ZAGUEIROS - Lucão, Dória, Edson Silva e Paulo Miranda;

VOLANTES - Rodrigo Caio, Souza, Thiago Mendes, Wesley e Hudson;

MEIAS - Paulo Henrique Ganso e Boschilia;

ATACANTES - Luis Fabiano, Alexandre Pato, Cafu e Ewandro.

0
Sábado, 09 Maio 2015 17:08

O técnico Tite confirmou, neste sábado, que o Corinthians vai jogar com reservas na estreia do Campeonato Brasileiro, domingo, contra o Cruzeiro, na Arena Pantanal. Dos titulares da equipe, só Cássio e Emerson foram relacionados para a viagem até Cuiabá, onde o clube mineiro vai cumprir pena de perda de mando de campo.

O goleiro viaja com os reservas porque se desgasta menos que os colegas de linha. Já Emerson corre o risco de não poder enfrentar o Guaraní, quarta-feira, no Itaquerão. Ele e Mendoza foram expulsos contra o São Paulo, na última partida da fase de grupos, não jogaram no Paraguai, e correm o risco de serem suspensos por até seis partidas.

A tendência é que o Corinthians jogue com: Cássio; Edílson, Yago Edu Dracena e Uendel; Cristian, Bruno Henrique, Danilo e Petros; Emerson (Mendoza) e Vagner Love. Uma equipe reserva de respeito para enfrentar uma equipe também enfraquecida do Cruzeiro.

Como vai poupar todos os titulares de linha, Tite convocou alguns garotos formados pelo clube: o zagueiro Rodrigo Sam, o volante Marciel e o meia Matheus Pereira, além o atacante Malcom que chegou a ser titular do time no ano passado.

CONFIRA OS JOGADORES RELACIONADOS PARA A VIAGEM:

GOLEIROS - Cássio e Walter;

ZAGUEIROS - Edu Dracena, Yago e Rodrigo Sam;

LATERAIS - Edilson e Uendel;

VOLANTES - Bruno Henrique, Cristian e Marciel;

MEIAS - Danilo, Petros e Matheus Pereira;

ATACANTES - Romero, Emerson, Malcom, Mendoza e Vagner Love.

0
Sábado, 09 Maio 2015 10:48

De um lado o São Carlos, penúltimo colocado do grupo 2 com apenas dois pontos. Do outro, o Olímpia, líder e invicto com 100% de aproveitamento e 9 pontos ganhos. Assim será o encontro deste domingo, 10, pela quarta rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista da Série B.

No jogo dos opostos, o time visitante irá procurar manter a invencibilidade enquanto que os anfitriões buscam a primeira vitória. Como ‘tempero especial’, a partida será disputada do Dia das Mães e a diretoria do São Carlos abre o estádio municipal Prof. Luís Augusto de Oliveira a todas as mulheres, que terão a entrada franqueada.

O compromisso é tido como um dos mais difíceis pela equipe são-carlense, mas o técnico Rafael Guanaes está otimista. Será a primeira apresentação oficial da equipe perante sua torcida e a meta é fazer valer o fator casa. “A presença do torcedor ajuda e o apoio é importante. A divisão é difícil e impõe muitas dificuldades. Precisamos da vitória para embalar no campeonato e jogar em casa será fundamental para conquistar os três pontos”, disse.

O primeiro desafio será em seus domínios será interessante. Afinal deverá enfrentar um time qualificado levando em consideração os resultados até aqui. “Enfrentar o líder é melhor pois uma vitória dará mais moral para todo o grupo”, garantiu o técnico.

SEM PRESSÃO - Com dois empates e uma derrota nas três primeiras apresentações da Série B, a vitória é fundamental para as pretensões da Águia. Mas mesmo assim Rafael afirmou que não há pressão para o grupo são-carlense.

“A obrigação da vitória sempre existirá independente do momento da equipe na competição. Contra o Olímpia não vamos mudar a forma de jogar e o esquema será ‘agredir’ o adversário e buscar a primeira vitória”, disse o treinador.

0
Sábado, 09 Maio 2015 09:17

Desde o início do ano, jogadores, comissão técnica e diretoria do Palmeiras avisam que o time está sendo montado para a disputa do Campeonato Brasileiro. Enfim, o time estreia na competição e dá o pontapé inicial no objetivo maior da temporada, que é fazer bonito e até sonhar com título nacional. Para isso, nada melhor que estrear com uma vitória diante dos reservas do Atlético Mineiro, neste sábado, às 18h30, no estádio Allianz Parque, em São Paulo.

As perspectivas são as melhores possíveis. O vice-campeonato estadual acabou sendo até surpreendente, pela revolução que passou o clube em pouco menos de cinco meses. Chegaram 21 jogadores e alguns deles foram destaques no Brasileirão do ano passado.

Egídio, no Cruzeiro, foi eleito o melhor lateral-esquerdo pela CBF e Zé Roberto, no Grêmio, pela revista Placar. Gabriel, no Botafogo, foi o jogador que mais desarmes fez. Dudu, no Grêmio, se destacou como o atleta que mais deu dribles e Robinho, no Coritiba, apareceu entre os primeiros em assistências e passes.

Com estes reforços e aos poucos, o time começa a ter um perfil. O técnico Oswaldo de Oliveira admite que ainda não vê a equipe totalmente pronta, mas próxima disso. “Continuamos em formação e hoje inicia um novo estágio. Todos já têm uma leitura e compreensão e o nível do Brasileiro provoca amadurecimento na equipe”, comentou.

Algo que certamente também fará o Palmeiras se tornar ainda mais forte é a sua nova arena. A equipe vem de oito vitórias consecutivas em sua casa e o apoio da torcida se torna uma força extra. Até o começo da noite desta sexta-feira, haviam vendidos 20 mil ingressos para a partida, ou seja, a expectativa é de, mais uma vez, casa cheia.

Oswaldo de Oliveira não poderá contar com o atacante Leandro Pereira e o zagueiro Jackson, que estão com dores musculares, Cristaldo tem uma inflamação no pé e Cleiton Xavier se recupera de edema na coxa direita. Mesmo com esses desfalques, o treinador vai manter o seu tradicional 4-5-1 com Gabriel Jesus como grande atração.

Será o primeiro jogo do atacante como titular no time principal. Ele iniciou a partida contra o Sampaio Corrêa, quando só reservas atuaram. Na última quinta-feira, Oswaldo de Oliveira ficou cerca de 20 minutos fazendo um treino especial com o garoto. O lateral-esquerdo Egídio foi regularizado e fica no banco de reservas.

0
Sexta, 08 Maio 2015 18:29
Publicado em  Esporte - Futebol - Amador
Escrito por

Um trabalho social é realizado pela Adesm (Associação Desportiva, Educacional e Social dos Metalúrgicos) e que tem como principal meta a inclusão de jovens na sociedade, através de atividades físicas, recreativas e culturais.

Uma das iniciativas é a formação de equipes de futebol nas categorias de base e hoje, na sede de campo do Sindicato dos Metalúrgicos, várias equipes reúnem crianças que treinam e integram equipes de competição da Adesm. Cinco delas disputam da Copa Paulista, que hoje está na fase regional.

Dentre eles, dois se destacam. O goleiro da categoria sub13, Vinícius Gomez Fuzatto, de 13 anos e a pequena Laura Pigatin, meia atacante de 11 anos que integra o time sub11. Ela, diga-se de passagem é a única menina que disputa a competição em meio a garotos e com autorização especial para que isso ser realizado.

De acordo com o coordenador das categorias de base da Adesm, José Dagoberto Palma Junior, Vinícius é uma das revelações da Copa Paulista e é uma das promessas de São Carlos. Já a pequena Laura conquistou um troféu na Copa Sinbrala realizada em Guariba, mesmo atuando em meio a garotos. “Ela tem um talento nato para a prática do futebol”, disse.

FUTEBOL DOS TALENTOS - As histórias de Vinícius e Laura são distintas, mas acabaram em um campo de futebol e tendo a bola como a principal amiga.

Vinícius sempre treinou na Adesm, mas iniciou como zagueiro. “Eu era lento e não conseguia acompanhar os atacantes adversários. Perdia todas. Até quando decidi ir para o gol e me dei bem. Agora quero ir longe e tentar ser um jogador. Mas pretendo estudar e ser professor de Educação Física”, disse.

Já a meia atacante Laura garantiu que desde pequena nunca se deu bem como bonecas e bichos de pelúcia. “Olha que meus pais me davam presentes, mas não ligava para isso não. Quando tinha 6 anos, eu estudava na Brincando com Letras (escola) e lá tinha curso de ballet e futebol. Eu optei pelo futebol. Ai joguei um pouco na Mult Sport e vim para cá (Adesm). Adorei jogar. Meu pai (Lauro) também jogava e isso me incentivou”, disse a pequena atleta.

O pai de Laura que acompanhava a reportagem e mostrava orgulho, indagado se estava satisfeito com a opção de sua filha, garantiu que ela terá todo apoio. “O futebol faz amigos, tem a confraternização. Se ela quer jogar eu irei estar sempre ao lado dela, pois quero vê-la feliz”.

Sobre o futuro, a atleta da Adesm não escondeu. “Vou me empenhar para ser uma jogadora e quem sabe chegar a seleção brasileira. Sei que estou no começo da carreira, mas irei me dedicar ao máximo”, finalizou.

0
Sexta, 08 Maio 2015 17:58

O diretor de futebol do Corinthians, Sérgio Janikian, descartou que o mau momento do time tenha relação com os atrasos de pagamento de direitos de imagem. Janikian afirmou nesta sexta-feira que o clube pode quitar os débitos com os jogadores "hoje, amanhã ou segunda-feira." 

"Fizemos um primeiro semestre fantástico. Perdemos dois jogos. Se isso tivesse afetando (atraso dos direitos de imagem) já estaríamos rebaixado no Campeonato Paulista", afirmou. "Espero que a gente vença quarta-feira. Se não, são coisas do futebol." 

O diretor de futebol negou que jogadores teriam se "rebelado" ou feito uma "reunião" antes de jogo das quartas de final da Libertadores, contra o Guaraní, com o objetivo de não entrar em campo justamente por causa do atraso dos direitos de imagem.

Janikian, no entanto, confirmou o atraso dos direitos de imagem parte do elenco. Ele disse que a diretoria já conversou com os jogadores sobre o assunto. "Estamos tratando disso todos os dias. O Roberto (de Andrade, presidente) está à frente."

Ao menos seis atletas estão sem receber os direitos de imagem. Alguns deles já não recebem há oito meses. O total do débito é de R$ 15 milhões.

 

0
Sexta, 08 Maio 2015 17:25

O lateral-esquerdo Egídio pode fazer sua estreia com a camisa do Palmeiras neste sábado, diante do Atlético-MG, no Allianz Parque. O clube conseguiu regularizar o jogador e seu nome já está no BID (Boletim Informativo Diário) do CBF. Ele fica como opção no banco de reservas para o técnico Oswaldo de Oliveira. 

A diretoria aguardava há mais de 15 dias que o Dnipro, da Ucrânia, enviasse os documentos referentes a saída do atleta do time ucraniano, mas como ele conseguiu se desligar entrando na Justiça, geralmente a liberação demora mais. 

Após muita espera, os documentos que os ucranianos deveriam enviar, chegou só na quinta-feira na Fifa, que permitiu a oficialização da transação. Nesta sexta-feira, o departamento jurídico do clube passou a manhã toda tentando a regularização do jogador e conseguiu acertar tudo no fim da tarde.

Anteriormente, Oswaldo havia relacionado 23 jogadores para a partida. Como podem ficar até 12 suplentes, a tendência é que dois sejam cortados. Enquanto Egídio pode jogar, o treinador tem quatro desfalques para a partida, além de Arouca, Allione e Mouche, que já eram ausências certas.

O zagueiro Jackson e o atacante Leandro Pereira estão com dores musculares, enquanto Cleiton Xavier se recupera de um edema na coxa direita e Cristaldo de dores no pé. Assim, o Palmeiras vai a campo com Fernando Prass; Lucas, Vitor Hugo, Victor Ramos e Zé Roberto; Gabriel, Robinho, Valdivia, Dudu e Rafael Marques; Gabriel Jesus.

0

PUBLICIDADE

Prefeitura Dengue v2
Anacã
Prefeitura Dengue v1
Bogas

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.