Segunda-feira, 15 Outubro 2018  22:20:37

CBF trata de renovações antes mesmo do início da Copa do Mundo

  • Escrito por  DAS AGÊNCIAS

Enquanto a seleção brasileira se prepara dentro de campo para a Copa do Mundo, fora dele a diretoria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se mexe para se garantir no pós-Copa, independentemente do resultado que será obtido na Rússia. Além de trabalhar na renovação do contrato do técnico Tite, a cúpula da entidade negocia novos vínculos com os patrocínios.

A manutenção de um deles já está garantida. O Grupo Cimed - uma das maiores indústrias farmacêuticas do País - firmou novo contrato com a CBF para o quadriênio que começará apenas em 2020. A empresa investe na seleção principal e nas equipes de base desde 2016.

Como é comum nos acordos envolvendo a CBF, os valores da negociação não foram revelados. Certo apenas é que ele gira na casa dos milhões. No ano passado, a CBF arrecadou R$ 353,3 milhões com seus patrocinadores - o valor representou 65% da receita bruta da entidade.

Alegando confidencialidade, a Cimed não informou os números de seu novo acordo. A farmacêutica declarou apenas que irá aplicar R$ 15 milhões "para ativações relacionadas à Copa do Mundo" deste ano, o que inclui ações com seus principais clientes. Ao todo, a empresa pretende destinar R$ 60 milhões no ano em acordos esportivos. Além da CBF, a Cimed investe na Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e na Stock Car.

 

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.