Segunda-feira, 19 Novembro 2018  15:32:28

Deyverson, Felipão e Alexandre Mattos serão julgados pelo STJD

O atacante Deyverson, o técnico Luiz Felipe Scolari e o diretor de futebol Alexandre Mattos serão julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva O atacante Deyverson, o técnico Luiz Felipe Scolari e o diretor de futebol Alexandre Mattos serão julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (Foto: Divulgação)

O atacante Deyverson, o técnico Luiz Felipe Scolari e o diretor de futebol Alexandre Mattos serão julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro, pelas polêmicas do jogo entre Palmeiras e Ceará. O julgamento será realizado pela Primeira Comissão Disciplinar, às 11 horas.

Deyverson vai responder por jogada violenta após ter sido expulso aos 46 minutos do primeiro tempo da partida, vencida pelo Palmeiras por 2 a 1. A pena pode variar de uma a seis partidas de suspensão. Felipão e Mattos serão julgados por conduta contrária à ética ao desrespeitarem a arbitragem. O técnico corre risco de suspensão de um a seis jogos, enquanto que o dirigente pode ser suspenso por 15 a 180 dias.

Após o final da partida, os dois questionaram a expulsão de Deyverson e os cartões amarelos. "É mesmo? Ah, não acredito. Só eu perdi? Parece até que tinham lista pronta. Parece que tinha uma lista pronta. Tenho um grupo de trabalho muito bom. Vai prejudicar, sim. Todo mundo sabe. Todo mundo sabe que vai prejudicar. Volto a afirmar: todo mundo sabe", disse o treinador

Do lado do Ceará, o clube foi enquadrado por atraso, o técnico Lisca responderá por ofender a arbitragem e o auxiliar Márcio Henrique por desrespeitar os árbitros. Os dois correm risco de suspensão de um a seis jogos. O julgamento seria realizado na última segunda-feira, mas foi adiado a pedido do clube nordestino.

ELENCO - A diretoria do Palmeiras espera a definição da disputa do título do Campeonato Brasileiro para cuidar da renovação de contratos de jogadores do atual elenco. Cinco atletas têm vínculos somente até o final desta temporada e situação incerta sobre a continuidade para 2019. Os goleiros Fernando Prass e Jailson, os laterais Mayke e Marcos Rocha e o zagueiro Edu Dracena estão nessa situação.

As renovações de contrato dependem não só da definição do Brasileirão, como da eleição presidencial. No dia 24 deste mês os associados vão escolher entre Mauricio Galiotte e Genaro Marino Neto. Quem ganhar terá como tarefa inicial participar do planejamento da equipe para 2019 e avaliar possíveis renovações de contrato.

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.