Segunda-feira, 19 Novembro 2018  15:10:42

Jean Guilherme

Uma mulher de 22 anos, identificada como Larissa Carolina Bernardo, foi executada a facadas na madrugada do último domingo, 18, e após o crime de feminícidio, o acusado de 34 anos, Marcos Roberto Parreira, se matou com um tiro na boca, enquanto estaria com a filha de 1 ano e 7 meses no colo, no interior de uma residência no bairro Istor Luppi na cidade de Itapira/SP.

O fato ocorreu na Rua Benedito Antônio de Lima, onde de acordo com o apurado, o rapaz teria ameaçado matar a criança caso os PMs invadissem o imóvel após a execução da mulher, durante as negociações que eram realizadas, e durou mais de sete horas entre o Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) da Polícia Militar de São Paulo e o acusado.

Segundo consta, Larissa estaria fazendo compras com a filha, quando foi surpreendida pelo acusado e obrigada a entrar no automóvel de Marcos, onde durante o fato, a mulher conseguiu contato com familiares, informou o que estaria ocorrendo e pediu por socorro.

Ao constatar que o ex-cunhado estaria exaltado e fazendo diversas ameaças, a irmã de Larissa acionou a Polícia Militar e comunicou o que estaria ocorrendo, onde com apoio de viaturas da Guarda Municipal de Itapira/SP, equipes da PM cercaram o imóvel e constataram que o acusado teria executado a ex-mulher a facadas, cujo mesmo pedia que a polícia ficasse afastada, ou também mataria a filha que estaria em seu colo.

Durante as negociações, foi necessária a intervenção da equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), que após assumir as negociações conseguiu com que Marcos, liberasse a entrada de agentes funerários ao imóvel, para remover o corpo da mulher que estaria caída na casa já sem vida.

Após o fato, um estampido de disparo de arma de fogo foi ouvido, e rapidamente as equipes invadiram o imóvel, constando que Marcos havia cometido um suicídio, após disparar um tiro em sua boca, sendo que a filha do mesmo, que estaria em seu colo, acabou caindo ao solo junto com o corpo do pai, e devido a mesma possuir um ferimento ocasionado por faca em um dos braços, a criança acabou sendo socorrida até uma unidade hospitalar do município, onde foi medicada e se encontra sob os cuidados de familiares da mãe.

Uma garrucha de cano longo, que foi utilizada por Marcos para tirar sua vida, foi apreendida pela polícia.

De acordo com a Polícia Civil que registrou o ocorrido, Marcos Roberto Parreira, teria agredido a ex-mulher no dia 28 de outubro, onde acabou sendo conduzido até uma unidade policial do município de Itapira/SP, e devido a estar em período eleitoral, em segundo turno das eleições, o indivíduo não ficou preso, cujo qual já teria sido apreendido anteriormente, após ser acusado de sequestrar uma mulher.

Os corpos de Marcos e Larissa, foram encaminhados pela Funerária de Plantão, até o Instituto Médico Legal (IML) de Mogi Guaçu/SP, sendo o ocorrido registrado em Boletim de Ocorrência como cárcere privado, feminícidio e suicídio. 

Um homem foi detido pela Polícia Militar durante o último domingo, 18, após ser acusado de tentar realizar compras utilizando de cédulas falsas, na Praça do Mercado Municipal, no Centro de São Carlos.

Ao ser abordado pela equipe do Comando de Força Patrulha (CFP), composta pelo 1º Tenente De Lucas e Cabo Francisco, o acusado foi submetido a buscas pessoais onde foi encontrado em sua posse duas notas de R$ 50,00, cujas quais não seriam verdadeiras.

Diante dos fatos o acusado foi detido, e junto com o dinheiro falsificado foi levado até o Plantão da Polícia Civil, onde o caso foi registrado em Boletim de Ocorrência, e após o indiciado permaneceu a disposição da autoridade policial local.

Radares Móveis - 19/11/2018

Segunda, 19 Novembro 2018 06:29 Publicado em Cidades

Os Radares Móveis operam nesta segunda-feira, 19, em São Carlos nos seguintes endereços:

 

Radar 01 - Rua Miguel Petroni (Bairro/Rodovia) - Velocidade Máxima Permitida - 60 Km/h;

 

Radar 02 - Avenida João de Guzzi c/ Rua Marcos Vinícius de Mello Moraes - Velocidade Máxima Permitida - 60 Km/h;

 

Radar 03 - Rua Joaquim Rodrigues Bravo (Centro/Bairro) - Velocidade Máxima Permitida - 50 Km/h.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.