Guerreiro denuncia possíveis privilégios na Operação Recape


A questionada Operação Recape é, mais uma vez, alvo da indignação da população são-carlense. Depois de passarem massa asfáltica na Avenida Bruno Ruggiero sem a devida necessidade, conforme relatos de moradores, o vereador Leandro Guerreiro (PSB) esteve na rua Cajucy Acioli Vanderlei, no Estância Suíça. Nesta via, moram o pai do secretário de Obras Públicas, Reginaldo Peronti, e familiares do prefeito Airton Garcia (PSB). “Mais uma vez, o prefeito Airton Garcia deitando e rolando porque tem os vereadores na mão”, lamentou Guerreiro. O parlamentar ressaltou que outros bairros da cidade necessitam de recapeamento nas vias.
“Enquanto a sua rua está ferrada, a rua em que o Airton morou por muitos anos e a rua em que mora o pai do secretário de Obras Públicas está um tapete. Isso é abuso de poder. O prefeito tem que governar para os ricos e para os pobres e não privilegiar apenas uma classe ou o seu grupo político”, esbravejou.
Leandro Guerreiro está irado com os colegas do Poder Legislativo, que assistem pacificamente o que considera um abuso. “Vocês, vereadores, criem vergonha na cara. Por que vocês não param de postar fotos elogiando a Operação Recape e falam as verdades. Ordinários”.
A reportagem do Primeira Página entrou em contato com a Secretaria de Comunicação para obter informações sobre a denúncia do parlamentar. “A Prefeitura de São Carlos informa que os critérios para a escolha das vias são técnicos, independente de quem tem propriedade residencial ou comercial na via. No caso da rua citada no bairro Nova Estância, a mesma recebeu o serviço de recape porque estava em péssimas condições e por ser uma das principais vias de acesso ao novo trecho da avenida Trabalhador São-carlense. Mais informações sobre o programa de recapeamento confira no link http://www.saocarlos.sp.gov.br/index.php/noticias-2019/172832-prefeitura-garante-150-quilometros-de-recapeamento.html”.
Aos demais veículos de comunicação, o secretário de Obras Públicas diz que o contrato é de um asfalto de menor espessura, daí a escolha de ruas que não estejam muito comprometidas.
Também alega que outra prioridade são as ruas de grande fluxo de veículos, contudo Guerreiro destacou que a rua Cajucy Acioli Vanderlei não se encaixa neste quesito.
Nota
A Prefeitura de São Carlos não deu uma resposta ao Primeira Página, mas anteontem publicou uma notícia sobre o recape.
De acordo com levantamento da Secretaria Municipal de Obras Públicas, pasta responsável pelo acompanhamento do serviço de recapeamento, após a finalização do processo licitatório de R$ 27 milhões, com recursos da Desenvolve SP, a Prefeitura vai conseguir finalizar os primeiros 150 km de ruas recuperadas.
No Jardim de Cresci foram realizados 19.586,16 m2 de recape, no entorno do Bicão 15.027,84 m2, na avenida Trabalhador São-carlense 4.189,96 m2. No bairro Cidade Aracy o serviço foi dividido por etapas, na primeira foram feitos 102.961,49 m2 e na segunda, em processo de finalização, mais 24.986,08 m2 de asfalto novo. O distrito de Santa Eudóxia também foi contemplado com 4.680 m2 de recapeamento.
No momento a Secretaria Municipal de Obras acompanha o trabalho de mais 136.165,68 m2 de recapeamento que estão sendo realizados nas ruas principais do Santa Felícia, Vila Elisabeth, Lutfala e na Avenida Francisco Pereira Lopes, um investimento de R$ R$ 3.531.006,97, com recursos a fundo perdido do Governo do Estado. Outro processo licitatório pequeno foi finalizado no valor de R$ 2,5 milhões, aguardando somente a liberação dos recursos, já conquistados, para realizar o serviço em vias do bairro Cidade Jardim, da Vila Monte Carlo e para as ruas Bernardino Fernandes Nunes e Doutor Alderico Vieira Perdigão.
“Terminando essa etapa vamos ter recapeado cerca de 50 km de vias públicas, ou seja, 244.803,76 m2, realizados com recursos próprios, de emendas parlamentares, a fundo perdido e da Desenvolve SP. Já com a finalização da maior licitação que estamos fazendo para esse fim, no valor de R$ 27 milhões, recursos que estão sendo obtidos por meio de financiamento junto a Agência Desenvolve SP, a nossa intenção é recapear outros 100 km de vias, mais 764.643,93 m2, fechando os primeiros 150 km de recapeamento. Não é o suficiente, mas o possível até o momento. Tenho certeza que o prefeito Airton Garcia é o que mais trabalhou para melhorar as condições das ruas da cidade. Outros governos recapearam as ruas e avenidas do centro da cidade, porém nós estamos fazendo as principais vias do centro e dos bairros. Mas não vamos parar por aqui, inclusive já estamos nos preparando para buscar mais recursos e, claro, sempre que possível, também fazer o serviço com recursos próprios”, explica Reginaldo Peronti, secretário de Obras Públicas.
De acordo com o prefeito Airton Garcia ainda há muito a ser feito. “Pegamos uma malha viária arrebentada, velha e sem manutenção, mas com muito com trabalho continuaremos buscando novos recursos, novas emendas, novos investimentos para o nosso município. A minha intenção é recapear o máximo possível de vias em 4 anos”, finaliza o prefeito.
Até o momento já foram licitados pela Prefeitura os seguintes valores para recapeamento: R$ 465.373,54 (Bicão/finalizado); R$ 545.623,12 (Jardim de Cresci/finalizado); Cidade Aracy – Etapa I (R$ 2,5 milhões/finalizado); Cidade Aracy – Etapa 2 (R$ 684.540,14 – em andamento); Santa Eudóxia (R$ 152.028,96/finalizado); Santa Felícia, Vila Elisabeth e Avenida Francisco Pereira Lopes (R$ 3.531.006,97 – em andamento), Cidade Jardim e Vila Monte Carlo (R$ 2,5 milhões – aguardando liberação dos recursos).
O processo licitatório com valor estimado de R$ 27 milhões ainda não está finalizado, porém totaliza mais de R$ 37 milhões em 2 anos de administração somente para recapeamento de vias.

6 recommended
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *