Sábado, 23 Setembro 2017  19:55:53

Possível sucessor de presidente chinês é removido de cargo

  • Escrito por  Estadão Conteúdo
Possível sucessor de presidente chinês é removido de cargo (Foto: Divulgação)

O Partido Comunista da China colocou sob investigação um alto funcionário visto como possível sucessor do presidente Xi Jinping, segundo pessoas com familiarizadas com o assunto. O movimento pode permitir que o atual líder chinês promova um aliado.

Um rápido encontro organizado pelas autoridades do partido na cidade de Chongqing anunciou que Sun Zhengcai, principal autoridade da cidade, estava sendo substituído e seria investigado, informou uma pessoa a par do assunto. Uma segunda pessoa ratificou a informação sobre a investigação. Não foram fornecidos mais detalhes sobre o processo, disseram as pessoas.

A mídia estatal anunciou a remoção de Sun neste sábado, mas não informou o motivo nem mencionou a investigação. O substituto de Sun como secretário do partido em Chongqing é Chen Min'er, que era chefe do partido para a província de Guizhou, informou a imprensa local.

As ligações para o pessoal do Partido Comunista e para as agências de investigação, bem como para o governo de Chongqing, ficaram sem resposta. Sun não pôde ser contactado para comentar. Ele havia sido convocado a Pequim antes da reunião de sábado, disse uma das pessoas.

A remoção de Sun ocorre num momento em que o Partido Comunista se prepara para um congresso crucial sobre o futuro do comando do país, previsto para ocorrer nos próximos meses, dando ao presidente Xi a chance de preencher os principais órgãos de liderança com seus aliados.

O presidente Xi, que parece ter certeza de ganhar um segundo mandato de cinco anos como secretário geral do partido no Congresso, também está tentando marginalizar rivais, disseram analistas. Alguns membros do partido afirmaram que o presidente chinês também pode estar tentando bloquear a promoção de qualquer pessoa que possa ser vista como um potencial sucessor - um movimento que aumentaria sua autoridade e elevaria suas chances de permanecer no cargo ao final de seu segundo mandato, em 2022.

Sun é membro do Politburo - o grupo dos 25 melhores funcionários do partido - e foi considerado por analistas como um forte candidato para promoção ao Comitê Permanente do Politburo, o principal órgão de decisão do partido, ou mesmo como um possível sucessor de Xi. Ele é um dos dois membros atuais do Politburo que estão abaixo dos 50 anos, o que o torna jovem o suficiente para ser considerado candidato para assumir o comando da China, após Xi. 

O funcionário que substitui Sun em Chongqing é um dos aliados de Xi, tendo trabalhado com o atual líder chinês na província oriental de Zhejiang, onde Xi foi chefe do partido de 2002 a 2007. De acordo com uma reportagem da mídia estatal, Chen disse aos participantes da reunião que "proteger firmemente o status principal do secretário-geral Xi Jinping" deveria ser sua principal prioridade política.

O novo posto Chen pode assegurar-lhe a promoção ao Politburo. O secretário do partido de Chongqing, um polo industrial e comercial, habitualmente fica no Politburo. Chen atualmente faz parte do Comitê Central de aproximadamente 370 membros, um nível abaixo do Politburo.

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Bogas

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.