28 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Brasil

Jornal Primeira Página > Notícias > Brasil > 70 alunos são detidos e Choque desocupa reitoria da USP

70 alunos são detidos e Choque desocupa reitoria da USP

08/11/2011 10h01 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
70 alunos são detidos e Choque desocupa reitoria da USP

Cerca de 70 alunos da USP foram detidos e encaminhados para a delegacia em São Paulo. A Tropa de Choque da PM desocupou no início da manhã de hoje a reitoria da USP. O local tinha sido invadido no dia 2 por alunos que exigem o fim da presença da PM no câmpus.

Os invasores foram revistados dentro do prédio e serão fichados na delegacia pela Polícia Civil, podendo responder por depredação do patrimônio público e resistência. A PM informou que houve depredação do prédio durante a ocupação, mas a avaliação dos danos caberá à perícia. 

A ação de reintegração de posse começou às 5h10 desta manhã de terça-feira, 8. Dois helicópteros Águia sobrevoaram o campus e 400 policiais da Tropa de Choque e da Cavalaria realizaram o cerco por terra. A polícia informou que 2 dos cerca de 50 veículos usados na operação foram danificados por manifestantes.

Munidos de cassetetes, escudos e armas com balas de borracha, arrombaram um portão que dá acesso ao prédio e foram de encontro aos estudantes. Segundo a polícia, os invasores foram surpreendidos quando dormiam e não houve confronto. Bombeiros também foram acionados para intervir caso houvesse necessidade de socorro a  feridos. “Esse efetivo foi deslocado para a universidade justamente para que tudo ocorresse pacificamente”, afirmou a coronel Maria Aparecida de Carvalho, do comando da operação.

O prédio, de seis andares, foi cercado por completo. Às 5h25, boa parte do estudantes já havia sido retirada pacificamente. Os estudantes “contidos” (segundo a polícia, o termo detido não se aplica ao caso) foram saindo um a um em direção a ônibus da PM. Eles não foram algemados e caminhavam com as mãos na cabeça.

Segundo a PM, o grupo encaminhado ao DP é formado por 46 homens e 24 mulheres. Destes, 63 (43 homens e 20 mulheres) estavam na reitoria no momento em que a Tropa de Choque. Os demais tentaram romper o cordão de isolamento montado pela polícia. Um desses manifestantes “contidos” do lado de fora do prédio é o aluno de Letras Rafael Alves, um dos porta-vozes dos invasores.

Cerca de 150 alunos permanecem nas proximidades do prédio, gritando palvaras de ordem contra a PM. Alguns deles estão com garrafinhas de vinagre, para, segundo disseram à reportagem, ser usadas como proteção caso a polícia atire bombas de gás lacrimogêneo.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Marcinho Palmeirense
10 anos atrás

FUTURO DO PAIS UMA VERGONHA!!!!
TANTAS FAMILIAS SOFRENDO
POR CAUSA DE FAMILIARES NO TRAFICO
E VEM ESSES ”INBECIS” FALAR DE TRAFICO
DENTRO DA USP
SE QUISEREM FUMAR MACONHA
QUE VAO FUMAR NO INFERNO
OU MELHOR PQ NAO FUMAO OXI E MELHOR
AGE MAIS RAPIDO E ACABA COM VOCES LOGO
MAIS DENEGRIR A IMAGEM DE UMA INSTITUIÇÃO
POR CONTA DESSES MACONHEIRINHOS DE MER**
E PRA ACABAR
A SE EU FOSSE REITOR
TODOS OS ENVOLVIDOS
#EXPULSOS
Lembrando Opiniao é igual a [email protected] cada um tem a sua

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x