25 de Outubro de 2021

Dólar

Euro

Brasil

Jornal Primeira Página > Notícias > Brasil > Imunossuprimidos já podem se vacinar sem agendamento contra a Covid-19

Imunossuprimidos já podem se vacinar sem agendamento contra a Covid-19

Pessoas nessa condição devem comparecer aos pontos de vacinação

12/10/2021 17h00 - Atualizado há 2 semanas Publicado por: Redação
Imunossuprimidos já podem se vacinar sem agendamento contra a Covid-19 Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Pessoas que têm imunossupressão grave, como doenças congênitas, câncer, transplantados, HIV positivo, entre outros, já podem receber a dose adicional contra a covid-19 sem necessidade de agendar atendimento no Distrito Federal. A medida começou a valer desde ontem, segunda-feira (11).

Desde que começou no DF, há algumas semanas, a aplicação da dose de reforço neste público era feita a partir de um agendamento prévio no página da Secretaria de Saúde. Agora, basta a pessoa comparecer em um dos pontos de vacinação indicados para este público, levando cartão de vacina, documento de identidade com foto e laudo ou relatório médico.

Diferentemente da dose de reforço para idosos e profissionais de saúde, que requer um intervalo mínimo de seis meses após a segunda dose (ou dose única), a dose adicional para imunossuprimidos graves é aplicada a partir do 28º dia após a segunda dose. O imunizante utilizado é preferencialmente o do laboratório Pfizer-BioNTech.

A dose adicional foi acrescentada especificamente para esse público após análises de uma menor resposta imune desses pacientes, mesmo depois do recebimento da segunda dose ou dose única.

Estima-se que, no DF, as pessoas com algum tipo de imunossupressão somem uma população de 26 mil pessoas. No entanto, até agora, pouco mais de 6 mil compareceram aos postos para tomar a dose de reforço.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x