12 de Agosto de 2022

Dólar

Euro

Brasil

Jornal Primeira Página > Notícias > Brasil > Mais mortes por câncer de laringe

Mais mortes por câncer de laringe

01/11/2011 11h56 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
Mais mortes por câncer de laringe

A mortalidade por câncer de laringe, doença diagnosticada no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no último final de semana, cresceu 12% entre os paulistas no período de dez anos, segundo levantamento da Secretaria de Estado da Saúde obtido com exclusividade pelo JT. Os dados mais recentes são de 2009. A doença, relacionada ao tabagismo e o consumo do álcool, mata cerca de mil pessoas por ano em São Paulo.

Quando considerado os dados para todo o País sobre o câncer de laringe, a mortalidade também chama atenção: enquanto no mundo cerca de 25% dos pacientes com a doença morrem, no Brasil a maioria não sobrevive, segundo números da Organização Mundial da Saúde reunidos no Globocan 2008 – projeto que fornece estimativas de incidência e de mortalidade dos principais tipos de câncer para todos os países do mundo.

A mortalidade alta do câncer de laringe no Brasil tem a ver com dois fatores principais: a descoberta tardia da doença e a dificuldade de acesso a tratamentos radioterápicos. Dados divulgados ontem pelo Tribunal de Contas da União (TCU) indicam problemas na Política Nacional de Atenção Oncológica do Ministério da Saúde, com alta taxa de pacientes desassistidos desse tipo de tratamento.

No que se refere à detecção tardia do câncer de laringe, dados da Fundação Oncocentro de São Paulo (Fosp), com base no registro de 71 hospitais paulistas que realizam atendimento oncológico, indicam que 68% dos pacientes só descobrem a doença quando ela está avançada, nos estágios 3 ou 4, numa escala de gravidade que vai de 1 a 4 (mais dados da Fosp abaixo). No caso de Lula, ao contrário, a detecção foi precoce, ainda no estágio 2.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x