2 de Março de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > 11.555 pessoas recebem vacina contra Covid-19 em São Carlos

11.555 pessoas recebem vacina contra Covid-19 em São Carlos

Até hoje, 15, eram 10.201 profissionais de saúde e 1.354 de idosos imunizados no universo de 43 mil pessoas do grupo prioritário.

15/02/2021 20h22 - Atualizado há 2 semanas Publicado por: Redação
11.555 pessoas recebem vacina contra Covid-19 em São Carlos Perto de 3 mil idosos acima de 85 anos já iniciaram a vacinação contra o coronavírus.

São Carlos já recebeu 16.929 doses da vacina contra o coronavírus sendo 13.879 da CoronaVac do Instituto Butantan e 3.050 da AstraZeneca/Oxford da Fundação Oswaldo Cruz. Até ontem, 15, a Prefeitura já havia vacinado 11.555 pessoas, sendo 10.201 profissionais de saúde e 1.354 de idosos.

No primeiro momento, iniciado em 21 de janeiro, as doses foram destinadas a vacinar os profissionais de saúde dando preferência aos que trabalham diretamente com pacientes com Covid-19 e em uma segunda escala outros profissionais da rede de saúde.

Em 8 de fevereiro iniciou-se a vacinação dos idosos acima de 90 anos, e ontem, 15, as pessoas que estão entre 85 e 89 anos. A Prefeitura trabalha com a previsão de vacinar perto de 3.164 dessas faixas etárias.

Leia ainda

Comitê opta por não endurecer quarentena em São Carlos

Para agilizar o processo de vacinação nas Unidades Básicas de Saúde, a Vigilância Epidemiológica fez uma escala por idade. Ontem se iniciou com os idosos com 89 anos; hoje, 16, os de 88 anos; amanhã, 17, os de 87 anos; na quinta-feira, 18, os de 86 anos e na sexta-feira, 19, os idosos com 85 anos.

“Pensamos nesse cronograma por idade para que os idosos não fiquem em filas. Mas ressaltamos que se a pessoa tiver 89 e não conseguir comparecer na segunda, ela poderá receber a vacina nos outros dias da semana, mas pedimos, se possível, seguir esse planejamento. A nossa intenção é sempre melhorar e agilizar o processo de vacinação com segurança para todos”, explica Crislaine Mestre, diretora de Vigilância em Saúde.

A vacina está sendo aplicada em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Já os idosos cadastrados no programa de saúde da família devem procurar a respectiva USF na qual já recebem tratamento médico para serem imunizados. Em todos os locais o horário de vacinação será das 10h às 14h.

Para receber o imunizante os idosos devem inicialmente fazer o pré-cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br e apresentar documento oficial original (RG e CPF ou Carteira de Habilitação).

Perto de 3 mil idosos acima de 85 anos já iniciaram a vacinação contra o coronavírus.

A Secretaria Municipal de Saúde, do mesmo modo, disponibilizou o sistema drive-thru (local no qual o idoso pode ser vacinado dentro do próprio carro) no Campo do Rui Barbosa, na FESC 1 (Fundação Educacional São Carlos), na Vila Nery, na Rua São Sebastiao, 2828, das 10 às 14 horas diariamente.

Pelos cálculos da Prefeitura, perto de 43,9 mil pessoas estão no grupo prioritário do Ministério da Saúde. Esse cronograma leva em conta 10 mil profissionais da saúde e 33. 928 pessoas acima de 60 anos. Esse número tem como base as pessoas vacinadas em junho de 2020 contra o vírus da gripe (Influenza) na cidade.

Entrevista

Crislaine Mestre: “Previsão é vacinar aproximadamente 1.800 pessoas nessa semana”

O Primeira Página entrevistou a diretora de Vigilância em Saúde da Prefeitura de São Carlos (SP), Crislaine Mestre para um balanço da vacinação na cidade. O município está na expectativa de novas doses para dar sequência ao cronograma de vacinação e incluir novas faixas etárias na imunização contra o Coronavírus. Confira

A diretora de Vigilância em Saúde da Prefeitura de São Carlos (SP), Crislaine Mestre.

PRIMEIRA PÁGINA – Qual a programação prevista para a vacinação em São Carlos a partir dessa semana? Quantas doses foram destinadas para São Carlos até o momento? Tem nova previsão de lotes para a cidade esta semana?

CRISLAINE MESTRE – Essa semana estamos vacinando idosos na faixa etária de 89 a 85 anos. A previsão é vacinar aproximadamente 1.800 pessoas nessa semana. No total até agora recebemos 16.929 doses, sendo três remessas da CORONAVAC (3.960 na primeira remessa, 4.200 na segunda e semana passada 5.719 doses) e uma única remessa da AstraZeneca/Oxford com 3.050 doses.

Até o momento não recebemos nenhum comunicado oficial da chegada de novas doses.

PP – O volume de vacina CoronaVac será suficiente para as duas doses dos funcionários da saúde?

CRISLAINE MESTRE – Para os primeiros vacinados – 3.960 profissionais –, já recebemos uma outra remessa exatamente com esse mesmo número de vacinas e já estamos aplicando a segunda dose.

PP – A vacinação dos idosos até o momento tem sido feita com a CoronaVac ou a vacina da AstraZeneca/Oxford? A segunda dose está assegurada para quem já tomou a primeira?

CRISLAINE MESTRE – Estamos utilizando a Oxford, mas vamos usar também a CoronaVac, já que da vacina AstraZeneca/Oxford recebemos somente 3.050 até o momento, porém esse imunizante tem um prazo maior para aplicação da segunda dose que é de 12 semanas, ou seja, 3 meses. Acreditamos que nesse intervalo vamos receber mais doses.

PP – Qual a projeção da Prefeitura para atender o grupo prioritário?

CRISLAINE MESTRE – Vai depender do recebimento de novas doses. A nossa intenção é semanalmente vacinar um determinado público até chegar aos 60 anos, mas tudo isso de acordo com o recebimento de doses.

PP – A perspectiva da Vigilância Epidemiológica é ampliar o grupo para atender nas faixas etárias abaixo de 60 anos na mesma projeção, 55 a 59, 50 a 54 e assim por diante?

CRISLAINE MESTRE – Vamos seguir o calendário estadual de acordo como número de vacina que o município receber. A ideia é vacinar todos que podem receber a vacina ou seja, a partir dos 18 anos, cada um no seu momento, deve ser imunizado.

Prefeitura já recebeu mais de 16 mil doses da vacina contra a Covid-19.

CRISLAINE MESTRE – Como tem sido a experiência da equipe com a vacinação, qual é a resposta da população vacinada?

CRISLAINE MESTRE – A experiência tem sido desafiadora, devido ao recebimento limitado de doses da vacina, pois, teríamos condições de ampliar a imunização nos grupos prioritários. Com relação da população a resposta tem sido positiva, considerando a procura da vacina pela população.

PP – Esse momento passa a ser um marco na trajetória da equipe de saúde de São Carlos.

CRISLAINE MESTRE – Sim, um marco muito importante, pois, diante de tantos desafios, dores e perdas relacionadas a Pandemia pela Infecção do coronavirus, iniciarmos a imunização para os grupos prioritários nos enche de alegria e de esperança de um futuro melhor para toda nossa população.

___________________

Por Hever Costa Lima

 

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x