8 de Agosto de 2020

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > 80% dos alunos do ensino médio aderem às aulas remotas

80% dos alunos do ensino médio aderem às aulas remotas

Diretoria Regional de Ensino, realizou na semana passada, uma avaliação digital para saber a situação do currículo dos alunos na pandemia

7 dias atrás Publicado por: Redação
80% dos alunos do ensino médio aderem às aulas remotas Foto: Luis Morelli

A dirigente regional de ensino de São Carlos, Débora Gonzalez Costa Blanco, concedeu uma entrevista por telefone, na última sexta-feira (31), ao radialista Luis Morelli, apresentador do programa Fala São Carlos, para falar sobre as práticas adotadas na região durante a pandemia e sobre o retorno das aulas presenciais.

A Diretoria Regional de Ensino de São Carlos (DER) aplicou uma avaliação digital aos alunos do ensino médio, na semana passada, e 80% dos alunos responderam ao questionário sobre a situação do currículo. “A gente na semana passada mediu a situação dos alunos do ensino médio em relação ao currículo, e tivemos 80% de participação dos alunos, então, a gente está considerando isso como um bom indicador. Por que que a gente está conseguindo o engajamento dos alunos com as aulas remotas durante a pandemia”, ressaltou.

De acordo com a dirigente Debora, com esse indicador pode-se trabalhar a diferença, os 20%, para saber por que eles não estão participando ativamente das aulas. Por meio do programa “Busca Ativa”, os alunos serão contatados na sua casa, para tentar ajudar ele a voltar aos estudos e participar das atividades remotas.

Retorno das aulas presenciais

Em 24 de julho, o governador João Doria anunciou que as aulas presenciais devem voltar a partir de 8 de setembro, em sistema de rodízio. Na primeira etapa, até 35% dos alunos poderão voltar às aulas presenciais, respeitando o distanciamento de 1,5 metro.

O cronograma de reabertura das escolas está diretamente condicionado às fases de flexibilização do Plano São Paulo. A retomada das aulas presenciais só vai acontecer se todas as regiões do estado permanecerem na etapa amarela – a terceira menos restritiva segundo critérios de capacidade hospitalar e progressão da pandemia – por 28 dias consecutivos, explicou a dirigente Debora.

“A gente para cumprir essa data de retornar às aulas no dia 8 de setembro, existe algumas condições. Todas as regionais de Saúde do Estado de São Paulo têm que estar até dia 8 de setembro na fase amarela, por 28 dias. Se a gente cumprir esse primeiro requisito, a data prevista se mantém, senão a gente vai colocar ela mais para frente um pouquinho”, argumentou.

Agora, se tudo der certo, neste período a DER já está preparando as equipes das escolas para receber e recepcionar todos os professores e funcionários, bem como os alunos, que neste primeiro momento vamos atender até 35% de alunos por dia nas escolas, enfatizou a dirigente Debora. “Então, vamos supor que todas as regionais de saúde estão na fase amarela por 28 dias, portanto, nós já estamos preparando o retorno dos alunos, que iremos atender, nesse primeiro momento, 35% dos alunos por dia nas escolas. O retorno dos alunos será híbrido, com aulas presenciais e remotas. Os profissionais de educação e os alunos que fazem parte do grupo de risco, irão continuar em casa, e os alunos continuam a ter aulas remotas”, garantiu Debora.

Boas práticas

A partir do anúncio da suspensão das aulas presencias começaram as movimentações para o ensino à distância na região. A DER preparou um site exclusivo para convivência virtual das equipes pedagógicas, as escolas organizaram páginas em redes sociais e grupos em aplicativos de mensagens, os professores começaram a se familiarizar com as ferramentas de ensino à distância e a criar materiais digitais para as aulas.

Segundo a dirigente Debora, os professores estão recebendo orientações sobre o uso das tecnologias para a preparação das aulas online, como por exemplo, cursos. Neste período o que se já ganhou e evoluiu com essa aprendizagem no uso da tecnologia da informação, não se compara, não se esperava isso nesses três meses, só daqui uns 20 anos.

Vem pra USP

De acordo com a dirigente Debora, a Diretoria Regional de Ensino de São Carlos foi novamente a que teve o maior número de inscritos no projeto “Vem pra USP”!”, foram 1.384 alunos do ensino médio inscritos neste ano.

O que é o Vem pra USP!

Uma parceria da Universidade de São Paulo (USP) com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.

Criado em 2017, ele quer valorizar os estudantes do ensino médio das escolas públicas estaduais e criar ações que tragam benefícios às escolas, aos seus alunos e à USP.

Com o projeto “Vem pra USP”!”, os estudantes ainda podem ganhar bolsas de estudo, oportunidade de estágios, monitoria on-line de matemática, certificados, realizar visitas à USP e prêmios.

Como isso é feito?

A Universidade realiza anualmente a Competição USP de Conhecimentos (CUCo), um desafio criado exclusivamente para os jovens do ensino médio público paulista.

Essa competição é para divulgar melhor a USP entre os estudantes, estimulá-los a participar dos processos de seleção para estudar na instituição de ensino, ajudá-los a melhorar o desempenho nas diferentes disciplinas exigidas na escola e para ingressar em universidades.

Neste ano a prova online (1ª Fase)  será realizada a partir das 8h do dia10 de agosto até às 22 horas do dia14 de agosto.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x