23 de Janeiro de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Alunos tiram foto com bandeira comunista e são punidos por escola de Rio Claro

Alunos tiram foto com bandeira comunista e são punidos por escola de Rio Claro

Fato ocorreu enquanto participavam de um ensaio fotográfico organizado pela comissão de formatura

19/11/2021 11h14 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Alunos tiram foto com bandeira comunista e são punidos por escola de Rio Claro

Alunos do 3º ano do Ensino Médio de um colégio particular de Rio Claro levaram uma punição da escola por exibirem uma bandeira do Partido Comunista Brasileiro (PCB) enquanto participavam de um ensaio fotográfico organizado pela comissão de formatura. O vídeo e as fotos foram divulgados nas redes sociais.

Confira o comunicado na íntegra:

“O Colégio Koelle vem publicamente esclarecer o fato ocorrido no dia de hoje, diante da repercussão do vídeo circulado por WhatsApp em que um grupo de alunos, formandos das 3ª.s séries do Ensino Médio, exibia bandeira de partido político.

O ocorrido foi um fato isolado, que se deu no momento em que os alunos participavam de um ensaio fotográfico, conduzido por empresa terceirizada contratada pela comissão de formatura, cujo funcionário (vestindo camiseta preta) aparece junto aos alunos.

Em face deste acontecimento, tomamos as devidas sanções disciplinares cabíveis junto aos alunos envolvidos, previstas em nosso Regimento Escolar. Também vamos intensificar ações junto à comunidade escolar, incluindo professores e colaboradores, com vistas a promover mais diálogo e orientação, evitando assim que situações como essa se repitam.

A política institucional do Colégio Koelle é não participar de nenhuma manifestação político-partidária, e não autorizar que essas manifestações ocorram em suas instalações.

Repudiamos veementemente que alunos, professores e demais colaboradores manifestem seu posicionamento político no ambiente escolar. Nas atividades escolares, por força de norma inserida no Regimento Escolar do Colégio Koelle, é “vedado aos nossos professores fazer proselitismo político-partidário ou religioso sob o pretexto de liberdade de cátedra”.

Pedimos desculpas a todos pelos transtornos gerados e reiteramos nosso compromisso com a perpetuação da educação de excelência, mantida ao longo dos 138 anos desde nossa fundação”.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x