23 de Outubro de 2020

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Banhistas devem tomar cuidados ao nadar

Banhistas devem tomar cuidados ao nadar

31 de Outubro de 2011 às 21:17 Publicado por: Redação
Banhistas devem tomar cuidados ao nadar

O verão ainda nem chegou, mas a população já busca opções para se refrescar. Uma delas é frequentar piscinas residenciais, de clubes e represas. Porém, quando o assunto é água, todo cuidado é pouco. Recentemente, tivemos um caso de afogamento com uma vítima fatal em uma represa de São Carlos que faz com que o cuidado seja redobrado.

O Corpo de Bombeiros de São Carlos reforça a questão da atenção do banhista. Para eles, os usuários de rios e represas, assim como de piscinas, devem tomar o máximo de cuidado possível, não mergulhar em locais desconhecidos e não fazer uso de bebidas e comidas antes de mergulhar. Além disso, os pais ou responsáveis devem ter cuidado redobrado com as crianças, principalmente as pequenas.

Buscar locais que disponibilizem salva-vidas também é ideal para que a diversão não seja interrompida por um imprevisto, como o caso registrado neste fim de semana na Represa do 29 quando um homem de cerca de 30 anos, nadava com os amigos e morreu afogado. Segundo informações, o rapaz se afogou após decidir dar um último mergulho antes de ir embora, como a distância entre o local em que estava e a margem em que os amigos se encontravam era grande, ninguém conseguiu socorrê-lo.

Segundo o 38º Batalhão da Polícia Militar de São Carlos, os registros de afogamentos na cidade, felizmente, são bem poucos. No mês de outubro, por exemplo, apenas uma ocorrência foi registrada, justamente o caso do acidente ocorrido no último domingo (30).

A Represa do 29 é um dos locais que não disponibiliza salva-vidas e alguns banhistas reclamam da falta de sinalização adequada. Já a Represa do Broa, bastante frequentada no verão e nos períodos de calor, possui um esquema de salva-vidas através da Prefeitura Municipal de Itirapina.

Antes de nadar, principalmente em locais desconhecidos, verifique a segurança do local, se existe salva-vidas, sinalização e procure não ir sozinho. Abaixo, selecionamos algumas dicas para ajudar a evitar acidentes:

– Evite nadar sozinho;

– Não tome bebida alcoólica antes de entrar na água;

– Não mergulhe após lanches e refeições;

– Não se afaste da margem;

– Não salte de locais elevados para dentro da água;

– Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;

Prefira lançar objetos flutuantes (bolas, bóias, isopores, madeiras, pranchas e outros) ou cordas para salvar pessoas, em vez da ação corpo-a-corpo;

– Não deixe as crianças sem a companhia de um adulto responsável;

– Identifique nas proximidades a existência do guarda-vidas e permaneça próximo a ele;

– Olhe a sinalização do local, pois ela indicará se é ou não próprio para banho;

– Evite brincadeiras de mau gosto como os conhecidos “caldos”;

– Preste atenção na água: muitas vezes a observação é suficiente para concluir se ela está poluída ou oferece risco ao banho;

– Ensine a criança que é perigoso entrar em águas profundas ou ficar só;

– Não finja um afogamento porque as pessoas podem não dar importância a um acidente verdadeiro quando ele ocorrer;

– Ligue imediatamente para o Corpo de Bombeiros caso aconteça algum imprevisto. 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x