2 de Março de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Câmara aprova criação do “Parlamento Jovem Ibateense”

Câmara aprova criação do “Parlamento Jovem Ibateense”

18/12/2015 10h09 - Atualizado há 5 anos Publicado por: Redação
Câmara aprova criação do “Parlamento Jovem Ibateense”

A Câmara Municipal de Ibaté aprovou durante a sessão ordinária realizada na noite da segunda-feira, 14, por unanimidade, o projeto de lei que cria o “Parlamento Jovem Ibateense”. 

O projeto é de iniciativa do vereador Mario Alberto Frigieri Junior (PSDB), o Marinho, e tem por finalidade dar a oportunidade aos alunos de escolas públicas e privadas do município vivenciarem o processo democrático mediante uma simulação da jornada parlamentar no Legislativo ibateense, com direito a diplomação e exercício de mandato. 

Marinho explica que o exercício do mandato terá caráter instrutivo e ocorrerá todos os anos, podendo ser durante a Semana de Segurança Pública. “Essa será uma grande oportunidade dos alunos da nossa cidade conhecerem o processo legislativo e o trabalho dos vereadores”, comentou o vereador. 

No parlamento jovem tudo será muito parecido com o que acontece nas sessões da Câmara, por isso, os candidatos terão de escolher um partido no momento em que elaborarem as proposições para se inscreverem. 

Esses partidos não serão iguais aos partidos políticos a que pertencem os vereadores, as siglas dos vereadores jovens serão temáticas, os temas ou assuntos preferidos dos estudantes é que constituirão os partidos. 

Para exemplificar, se um candidato quiser apresentar uma propositura para melhorar a agricultura, deverá se inscrever no Partido da Agricultura. Se o assunto do seu interesse estiver ligado à educação, então deverá filiar-se ao Partido da Educação, e assim por diante. 

O vereador tucano ressaltou que contou com o apoio do deputado federal Lobbe Neto (PSDB-SP), que é o autor do mesmo projeto na Câmara dos Deputados, em Brasília. “Agradeço ao deputado Lobbe e a sua assessoria por terem colaborado bastante na elaboração deste projeto que vai incentivar o exercício da cidadania dos jovens ibateenses”, disse. 

A Câmara Municipal se responsabilizará pelo cronograma de atividades, que contemplará procedimentos de inscrição e participação dos interessados, eleição dos jovens parlamentares em suas respectivas escolas, normas para a eleição da mesa executiva e realização dos trabalhos da sessão. 

O Parlamento Jovem Ibateense será composto de, no máximo, nove vereadores jovens e mais nove assessores jovens, matriculados no Ensino Médio. 

O propositor do projeto destaca também o apoio que recebeu da Diretoria Regional de Ensino de São Carlos. “Meu obrigado a diretora Débora Gonzales Costa Blanco e sua assessoria por nos ajudar na elaboração e adequação do referido projeto”, contou Marinho. 

O vereador finalizou agradecendo aos demais parlamentares por terem apoiado e aprovado a sua iniciativa na cidade.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x