Cidades

Cidade receberá Circuito Sesc de Artes


A Prefeitura Municipal de Ibaté trará mais um grande evento para o município neste mês de abril. Desta vez, a cidade será palco do Circuito Sesc de Artes, um dos maiores espetáculos do interior do estado que estará na cidade pela primeira vez e será realizado no Complexo Esportivo “Parrelão”. Somente em 2012, o Circuito vai percorrer 88 cidades do interior, litoral e Grande São Paulo, no período de 17 de abril a 6 de maio, contando com a participação de mais de 200 artistas. O evento de Ibaté acontecerá no próximo dia 29 de abril e será totalmente gratuito.

O Circuito vai trazer para Ibaté espetáculos de artes visuais, dança, música e teatro, divididos em atividades e oficinas. As atividades serão realizadas por artistas de diversas partes do estado e até de fora dele. De acordo com Fernando Paganelli, diretor do Departamento de Esportes, Turismo e Lazer, a expectativa é de que o projeto atraia um grande público. “Será a primeira vez que teremos um projeto como este no município, nossa expectativa e muito boa”, comenta o diretor.

Segundo o prefeito de Ibaté, José Luiz Parella, a diversidade cultural também faz parte do seu governo. “Nós trazemos atrações para todos os públicos, queremos que a população conheça espetáculos diferentes. Dessa vez, estamos apoiando o Circuito Sesc de Artes, que é muito elogiado por onde passa e tenho certeza que todos irão gostar”, conta o prefeito.

ATRAÇÕES – Entre os destaques artísticos trazidos pelo Circuito Sesc de Artes está a oficina ‘Abrir as portas da imaginação!’ que oferece uma atividade de convivência familiar; o espetáculo ‘E Tome Palhaço’ que mostra a visão idealista de mundo de dois palhaços, atuando em cena como verdadeiros astros; o espetáculo ‘Bolero de 4’ que traz um diálogo entre os princípios da dança contemporânea e as técnicas esportivas de bicicleta BMX; a intervenção ‘A Casa de Dentro da Gente’, partindo do mergulho no universo poético de Cora Coralina, poemas, músicas, imagens e brincadeiras sobre o mundo que temos em casa e que carregamos com a gente; a apresentação da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana (SP); e o espetáculo cênico-musical em forma de cortejo, ‘Parada de Rua’, que busca tornar os espaços onde o teatro comumente não chega apropriados para a linguagem.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *