Cidades

Consumidor deve formalizar reclamações das contas com aumento superior a 30%


Os consumidores reclamam nas redes sociais de que as contas de água, principalmente, estão com valores acima do esperado

Considerando o período de pandemia e a recomendação de isolamento social, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou que as empresas realizassem a cobrança mensal pela média dos últimos 12 meses. Em São Carlos, a empresa responsável pela cobrança é a CPFL.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos (SAAE São Carlos) também realizou a cobrança mensal pela média dos últimos 12 meses. Segundo o presidente da autarquia, Benedito Marchezin, a partir desta semana a leitura presencial dos hidrômetros será retomada.

Nas redes sociais, os consumidores dos bairros Novo Mundo, Jardim Beatriz e Jardim Hikare, reclamaram que as contas de água com vencimentos em julho estão com valores acima do esperado, chegam a 2.419% de aumento, de R$ 16,61 saltou para R$ 401 reais, valor referente a junho, por exemplo, a conta de um morador.

A reportagem conversou com a diretora do Procon São Carlos, Juliana Cortes, para saber se os consumidores estão registrando as reclamações dos aumentos das contas de água e energia elétrica na entidade.

De acordo com a diretora Juliana, até o momento nenhum consumidor entrou em contato com o Procon São Carlos para registrar a reclamação de contas com valores acima do esperado. “Nenhum consumidor reclamou de abusos nos valores da energia elétrica, somente ficou sabendo por meio das redes sociais de que vários consumidores estão reclamando dos valores das contas de água”, explicou.

Juliana solicita ao consumidor que achar que a conta de água ou de energia elétrica esteja acima do que costuma pagar mensalmente, que faça o registro da reclamação no Procon São Carlos. “Nós orientamos aos consumidores que não concordarem com o valor da água ou da energia elétrica para que formalizem no órgão de defesa do consumidor”, enfatizou.

Os passos do consumidor

  1. Se a conta chegar no valor muito acima da média, o consumidor deve agendar um atendimento presencial para registrar a reclamação;
  2. O agendamento pode ser feito no site do Procon São Carlos (http://www.saocarlos.sp.gov.br/index.php/utilidade-publica/procon.html) ou pelo telefone (16) 3419-4510;
  3. Feito o registro no Procon São Carlos o consumidor deve aguardar o resultado da contestação junto ao SAAE ou CPFL;
  4. Se o consumidor já efetuou o pagamento, mas não concorda com o valor, deve registrar reclamação. Após a análise, se constado aumento indevido, o valor será abatido nas próximas faturas.
comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com