26 de Setembro de 2020

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Dirigentes destacam conquistas e desafios no SINDSPAM

Dirigentes destacam conquistas e desafios no SINDSPAM

Nova diretoria tomou posse para o mandato 2020-2024 do Sindicato

11 de Agosto de 2020 às 06:54 Publicado por: Redação
Dirigentes destacam conquistas e desafios no SINDSPAM Foto: Reprodução

O Presidente Adail Alves de Toledo e o vice-presidente Lucinei Custódio, ambos do SINDSPAM, Sindicado dos Servidores Públicos e Autárquicos de São Carlos e Dourado, concederam entrevista ao apresentador Luís Morelli, no Programa Fala São Carlos. Na pauta, os dirigentes falaram sobre a posse da nova diretoria do SINDSPAM, que atuará no mandato 2020-2024.

De acordo com Adail, o Sindicato teve uma mudança na Diretoria para encarar mais quatro anos de luta e buscar o melhor para o servidor. “Em todos os mandatos, fazemos uma mudança de 50% nas pessoas Trazer gente nova, com energia nova, para lutar pelo servidor. Eu comecei minha trajetória no Sindicato em 2000, como vice-presidente e estou nessa caminhada para melhorar o sindicato a cada mandato que passa”.

Entre as principais conquistas do Sindicato, os dirigentes citaram a luta incessante pelo servidor público, que culminou em realizações. “Conseguimos impedir a venda do SAAE; enfrentamos a administração passada; agora também conseguimos o plano de saúde pela São Francisco, algo muito sonhado há muitos anos. Foi o que a gente queria para o servidor, um plano diferenciado, com duas faixas etárias”.

Em relação à pandemia, ambos falaram sobre as demandas dos servidores, principalmente aqueles que estão na linha de frente. “Somos bastante acionados pelos servidores, principalmente da saúde que estão na linha de frente, em relação a EPIs e o próprio plano de gestão da prefeitura vem fazendo. Temos pessoas com comorbidades, que sentem um risco maior e deveriam estar afastadas do trabalho”.

Por fim, os dirigentes também se manifestaram contrários ao retorno às aulas presenciais na rede municipal de ensino. “Entendemos que não dá para voltar com as aulas, não tem condições. Trabalhar com adulto é uma coisa, já com criança é muito complicado. Além da saúde das crianças e dos servidores, temos que olhar a população e o risco de mais pessoas serem contaminadas”.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x