27 de Fevereiro de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Moradores ficam 5 dias sem telefone

Moradores ficam 5 dias sem telefone

28/04/2012 10h16 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Moradores ficam 5 dias sem telefone

Residentes do bairro Planalto Paraíso não estão nada contentes. Isso porque, durante a última semana, permaneceram cinco dias sem disponibilidade de linhas telefônicas e sem serviços de acesso à internet.

De acordo com uma das moradoras do local Paula Marvienko Sikar, professora aposentada da Ufscar, o incidente trouxe diversos inconvenientes e prejuízos, especialmente para ela, que trabalha na própria residência. “Não consegui me comunicar durante cinco dias. Tenho duas linhas, uma residencial e uma da minha empresa, ambas estavam mudas. E quando eu tentei entrar em contato com empresa pelo celular para passar os números das linhas que estavam com problemas, eles não foram reconhecidos no sistema”, explica.

Segundo ela, outros vizinhos também passaram pelo mesmo inconveniente e ficaram dependentes de seus telefones móveis, assim como Sikar. “Eu tenho meus compromissos e acredito que meus vizinhos também. Penso que a empresa está realizando mudanças na infraestrutura do sistema, já que passou por um processo de fusão recente, porém é um descaso com o cliente, afinal, pagamos pelo serviço e ele deveria estar disponível”, desabafa

Em nota enviada ao jornal Primeira Página, a Telefônica|Vivo informou que as linhas dos clientes moradores nas proximidades da rua Nestor Campos, bairro Planalto Paraíso, em São Carlos foram restabelecidas na última quinta-feira (26), às 16h50. Segundo informações da empresa, a interrupção do serviço foi causada por uma falha no armário óptico. Os clientes envolvidos serão ressarcidos em conta futura, em valor correspondente à fração da tarifa de assinatura, proporcionalmente ao período em que o serviço apresentou problema.

A empresa ressalta que mantém à disposição de seus clientes a Central de Atendimento, ligando 10315, que funciona 24 horas, durante os sete dias da semana, sendo que a ligação é gratuita.

No entanto, Sikar afirma que, apesar do reestabelecimento dos serviços, o principal problema foi a falta de assistência ao consumidor e o discaso com o qual a empresa lidou com a situação. “Nós aguentamos de tudo, menos essa indiferença para com o cliente”, declara.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x