12 de Agosto de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Escola estadual de São Carlos é destaque na Olimpíada Brasileira de Satélites

Escola estadual de São Carlos é destaque na Olimpíada Brasileira de Satélites

Equipe da EE Profº João Batista Gasparin se classificou em 2º lugar e disputa a fase regional da competição

05/08/2022 22h26 - Atualizado há 6 dias Publicado por: Redação
Escola estadual de São Carlos é destaque na Olimpíada Brasileira de Satélites

A participação em olimpíadas e competições de conhecimento faz parte da rotina das escolas estaduais de São Paulo, essas ações incentivam o protagonismo dos estudantes e abordam o conteúdo pedagógico de forma prática e diversificada. A Escola Estadual Profº João Batista Gasparin, de São Carlos, atualmente participa da Olimpíada Brasileira de Satélites (OBSAT), com uma equipe classificada para a 3ª fase, no próximo dia 7 de agosto.

Na etapa da região Sudeste, a equipe CATSAT, composta por estudantes dos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano), conquistou o 2º lugar, atrás apenas do projeto de outra unidade estadual, a ElídiaSat III – da EE Professora Elídia Tedesco de Oliveira, em São José dos Campos. Veja os classificados: https://www.obsat.org.br/inscricoes/resultado_final_fase2.php

Mais que a classificação, a participação possibilitou aos estudantes o contato com a realidade multidisciplinar. “Foi muito legal, pois aprendi um pouco sobre o satélite, como ele funciona, tudo que vai nele, as placas, e aprendi também a pilotar um drone”, conta a aluna Kamilly Vitoria Xavier.

“Muito mais do que o avanço, essa olimpíada teve grande contribuição na vida dos estudantes ao permitir que eles sonhassem e se sentissem capazes de aprender mais sobre as áreas de conhecimento (engenharia espacial, astronáutica, matemática ciências). Possibilitou um grande aprendizado envolvendo habilidades para o ensino baseado na resolução de problemas, na vivência do método científico e na maneira de como a ciência e a tecnologia são produzidas”, avalia o professor coordenador do projeto, Fabio Alves De Moraes.

Parte do trabalho foi realizado graças a Sala Maker da escola, construída com recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), que conta com diversos equipamentos tecnológicos. Agora, com a colocação e o avanço à próxima fase, nos dias 6 e 7 de agosto os estudantes irão até a cidade de Tatuí-SP onde farão os lançamentos dos seus satélites.

OLIMPÍADA BRASILEIRA DE SATÉLITES

A Olimpíada Brasileira de Satélites MCTI é uma olimpíada científica de âmbito nacional, idealizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, e organizada pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em conjunto com a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI) e a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), da Universidade de São Paulo (USP).

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x