27 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > ESPECIAL SÃO CARLOS: História contada pelos Almanaques de São Carlos

ESPECIAL SÃO CARLOS: História contada pelos Almanaques de São Carlos

04/11/2011 14h58 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
ESPECIAL SÃO CARLOS: História contada pelos Almanaques de São Carlos

Foi no fim do século XIX, que a história de São Carlos passou a ser registrada por meio do “Almanack de S. Carlos – Annuario”, que tinha a função de registrar informações sobre a cidade, o que tinha a oferecer, suas características, sua história e, por outro lado, divulgar o comércio, as indústrias, a elite local, entre outras informações.

Eram publicações anuais até hoje preservadas no município. “Os almanaques são documentos interessantes porque mostram São Carlos de 1894 a 1928, um período que a cidade estava num momento muito importante, um momento em que a urbanização estava acelerada. São Carlos tinha muitos melhoramentos urbanos típicos de cidade grande, tinha muito dinheiro por causa do café”, conta Leila Massaro, historiadora e chefe de divisão de pesquisa e divulgação da Fundação Pró-Memória.

Os almanaques traziam referências das principais personalidades do período para São Carlos. No almanaque de 1928, por exemplo, o material era apresentado como de imensa utilidade, dizia: “Pequeno, resumido, portátil, leve, dando informação de tudo o que nos interessa: calendário, festas, luas, estatística, indicação das indústrias, comércio, lavoura, médicos, advogados, etc – quem inventou o Almanach tinha sem dúvida engenho… O Almanach deve ter uma linha. Não é um repositório de elogios. A linguagem, até nos anúncios, deve ser discreta. Deve conter artigos somente sobre coisas locais, descrições e notícias resumidas de indústrias, de fazendas, etc”. 

Hoje, folheando os almanaques o leitor viaja no tempo, descobre coisas sobre a história local antes não conhecida, como personalidades que visitaram a cidade, notificações sobre empresas que chegavam, entre outras curiosidades. “Em 1927, lançou-se um Almanaque e em 1928 outro. O de 1927 é super fininho porque houve uma briga entre a elite local. E às vezes de um almanaque para outro você observa que eles privilegiam uma determinada corrente política”, explica Leila referindo-se a um dos principais assuntos do material, a política local.

Em 2007, em comemoração aos 150 anos de São Carlos, a população ganhou uma edição fac-símile de alguns exemplares dos almanaques com o objetivo de contribuir para a difusão e o incremento dos estudos sobre São Carlos e região, são: Almanach de 1894, Almanáque de S. Carlos: 1905, Almanach de S. Carlos para 1915, Almanach-Album de São Carlos: 1916-1917, Almanack de S. Carlos: 1927 e Almanack Annuario de S. Carlos: 1928.

A Fundação Pró-Memória disponibiliza em seu acervo modelos originais do Almanaque. Já a Biblioteca Municipal Amadeu Amaral, disponibiliza as edições fac-símiles ao alcance de todos.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x