27 de Maio de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Etec Paulino Botelho comemora 22 anos do ECA

Etec Paulino Botelho comemora 22 anos do ECA

21/11/2012 11h12 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Etec Paulino Botelho comemora 22 anos do ECA

A Escola Técnica Paulino Botelho realizou na tarde desta terça-feira, 20, um evento comemorativo dos 22 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente. Aberta ao público, a comemoração contou com apresentações de música, oficina de reciclagem, pintura facial, distribuição de algodão doce e pipoca, e uma banca de troca de livros.

 

“Esse evento faz parte da segunda etapa do projeto Político ou idiota, da Etec Paulino Botelho, da matéria de Educação para a Cidadania, ministrada por mim”, explica a professora Evelyn Melo: “O objetivo principal desse projeto é inserir os jovens nas discussões sobre políticas públicas. Este evento oficializa a comemoração dos 22 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, e é uma data não muito lembrada. Vi muitas referências ao Dia da Consciência Negra, que é igualmente importante, mas notamos que os jovens e crianças têm cada vez menos foco na sociedade, sendo que eles possuem direito tanto quanto qualquer outro cidadão. Nosso objetivo é fazer com que a sociedade se lembre que os jovens também têm direito, têm deveres e eles precisam ser lembrados disso para que tenhamos uma juventude ativa em sociedade”, afirma.  

O projeto Político ou idiota surgiu a cerca de 3 anos de uma necessidade que a professora Evelyn sentiu durante o ensino da disciplina: “Os alunos estavam completamente desacreditados com seu poder dentro da sociedade; eles olhavam com pouco caso para filosofia ou sociologia, justamente por que eles não entendiam a importância e a viabilidade de se executar as propostas feitas em sociedade. Montei o projeto para eles poderem sentir qual o grau de participação que eles podem possuir, qual a margem de manobra deles, e obviamente é pela educação”.  

Participando de um projeto internacional da Fundação The World´s Children`s Prize, os alunos puderam entrar em contato com crianças e jovens que já possuem práticas em sociedade, tais como defesa contra agressões sexuais, contra o tráfico mundial de crianças, contra violência: “E a partir desse intercâmbio eles começaram a se sentir muito mais estimulados a participar”, explica a professora.

Gustavo Vieira,, aluno do 2º colegial da Etec, diz: “Esse projeto está sendo muito legal para toda nossa escola, porque estamos  tendo contato com o Estatuto da Criança e do Adolescente, e tudo isso está tendo um valor positivo na nossa vida para trazermos esses direitos na nossa vida, pois muitas vezes não temos conhecimentos deles. A escola inteira participou da organização”, afirma.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x