HU-UFSCar apoia ações sobre prevenção de doenças cardiovasculares

12 de julho de 2019


O Hospital Universitário Prof. Dr. Horácio Carlos Paneppucci (HU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está apoiando o programa “SBC vai à escola”, promovido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) em todo o Estado de São Paulo. O objetivo é formar monitores para conscientização sobre doenças cardiovasculares e a importância de preveni-las. Além da equipe do HU, docentes e alunos do curso de Medicina da UFSCar também participam da iniciativa que pretende alcançar 63 mil estudantes paulistas nas atividades que serão realizadas no Dia do Coração, em setembro.

Pela primeira vez São Carlos recebeu o programa e reuniu, no último dia 27 de junho, integrantes da SBC, estudantes e professores de escolas públicas de São Carlos e da UFSCar e equipe do HU para um encontro de formação de monitores. Esse grupo vai promover, no dia 25 de setembro (Dia do Coração), práticas em escolas públicas da cidade, estimulando hábitos saudáveis, baseados em exercícios físicos e alimentação balanceada, em prol da saúde e para evitar doenças cardiovasculares.

O evento foi realizado na Diretoria de Ensino de São Carlos e teve apoio da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), cuja Diretora Regional em São Carlos é Meliza Goi Roscani, docente do Departamento de Medicina (DMed) da UFSCar e chefe da Divisão do Cuidado do HU.

De acordo com Carla Lantieri, cardiologista e representante do Comitê da Criança e do Adolescente da SBC, as doenças cardiovasculares são as que mais matam no Brasil e no mundo. “Nós perdemos no mundo, por ano, 17 milhões de vidas por conta das doenças cardiovasculares e, no Brasil, são mais de 300 mil vidas perdidas anualmente. A nossa meta com o programa ‘SBC vai à escola’ é chegar a 210 escolas do Estado, atingindo 63 mil estudantes, para falar sobre a prevenção dessas doenças e da saúde como um todo”, diz Lantieri. Ela também destaca a importância da parceria da Universidade na ação realizada em São Carlos: “A UFSCar está conosco nessa grande batalha, que é a prevenção das doenças cardiovasculares e a promoção da saúde dos nossos jovens”.

“Nós sabemos que a obesidade infantil é um assunto relevante nos dias atuais e que leva, a longo prazo, a várias doenças cardiovasculares. Nosso objetivo é combater a obesidade infantil, conscientizando as crianças da rede pública sobre a importância de uma dieta saudável e das atividades físicas”, ressalta Roscani.

De acordo com Kátia de Angelis, da SBC, os índices de sedentarismo atuais são alarmantes. “Na população adulta o sedentarismo atinge entre 40 e 50%, e entre crianças e adolescentes, esse índice sobe para 60 e 70%”, aponta. Angelis defende que é preciso reduzir o comportamento sedentário nas crianças, diminuindo o tempo dedicado aos dispositivos eletrônicos e promovendo atividades ao ar livre e até tarefas dentro de casa.

A próxima etapa do “SBC vai à escola” será realizada em setembro e também terá o apoio do HU e da UFSCar. A projeção da Sociedade Brasileira de Cardiologia é estender o programa para o todo o País em breve.

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *