19 de Agosto de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Inovação em Saúde é marca de projeto futurista

Inovação em Saúde é marca de projeto futurista

13/05/2012 09h02 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Inovação em Saúde é marca de projeto futurista

A APM São Carlos se reunirá no próximo dia 17, quinta-feira, às 19h30, em sua sede, para examinar a proposta de criação de um Centro de Inovações Tecnológicas. O projeto foi elaborado pelo presidente da Regional da Associação Paulista de Medicina de São Carlos, Dr. Francisco Márcio de Carvalho e guarda semelhança com os modelos de fomento e incubação de empresas, que já se mostraram de sucesso na região.

 

A novidade é que a iniciativa é da própria APM e não de um órgão governamental. Trata-se tipicamente de uma iniciativa do segmento social que se denomina Terceiro Setor, que se constitui em um campo de iniciativas privadas com finalidades públicas, objetivando contribuir para um determinado tema social. Neste caso, muito meritoriamente, o tema é a inovação em Saúde.

A APM, como associação de profissionais médicos, se insere neste segmento das organizações de interesse público que somam esforços de seus membros para viabilizar iniciativas onde a contribuição profissional dos médicos possa justapor os objetivos da categoria profissional, com oportunidades de empreendedorismo, desenvolvendo técnicas, instrumentos, processos, procedimentos que beneficiarão toda a sociedade.

Na opinião do presidente da APM Regional São Carlos, Francisco Marcio de Carvalho, o projeto proposto concorre positivamente aos esforços que os institutos de pesquisa, as universidades, os laboratórios e a iniciativa privada, realizam nas suas áreas de interesse de acordo com suas capacidades: “o fato do Centro ser dotado de uma estrutura organizacional vinculada à APM, enquanto associação de classe lhe comunica uma capacidade de arregimentar contribuições de profissionais liberais os quais atuam de maneira independente daquelas outras estruturas já existentes (universidades, laboratórios, etc.); “explicou”. Ele afirmou ainda que estes profissionais certamente trarão ao Centro uma motivação, uma disposição e mesmo uma visão do processo de desenvolvimento e inovação muito ligada às suas práticas, às suas demandas diárias no tratamento da questão da saúde:” enquanto a Universidade, os laboratórios, os institutos públicos de pesquisa têm entre suas funções a propositura da inovação, dedicam-se prioritariamente como instituições de ensino, ou como empreendimentos comerciais, ou como desenvolvedores de pesquisa básica; o Centro, por sua vez e diferentemente dessas instituições aportaria à questão do desenvolvimento, da pesquisa, o foco na inovação com o concurso de um tipo de profissional que não está ligado àqueles centros, mas atua diretamente com a questão da saúde. Este profissional certamente propiciará um ambiente por si inovador do processo da pesquisa e do desenvolvimento focados na realização;” concluiu Dr. Francisco Carvalho.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x