18 de Janeiro de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Luiz Cechinato celebra meio século de SACERDÓCIO

Luiz Cechinato celebra meio século de SACERDÓCIO

27/12/2011 09h03 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Luiz Cechinato celebra meio século de SACERDÓCIO

Para celebrar 50 anos de dedicação ao sacerdócio, o monsenhor Luiz Cechinato comemora neste 27 de dezembro seu Jubileu de Ouro Sacerdotal às 19h30 na Catedral de São Carlos. Com 26 títulos já lançados, o padre e escritor que atuou durante 20 anos na instituição onde será realizada a missa em sua homenagem, hoje atua na Paróquia de São Francisco de Assis, no Jardim Pacaembu, em São Carlos.

Nascido em Leme, no dia 27 de julho de 1931, aos 17 anos o padre Luiz ingressou no Seminário Diocesano de São Carlos, onde concluiu o ginásio e o colegial, e foi ordenado presbítero no dia 24 de dezembro de 1961. Segundo ele, esse meio século de vida como representante de Deus revela uma grande graça que lhe foi concedida para fazer o bem. “Está além dos meus merecimentos. Só tenho a louvar e bendizer a Deus e agradecer às pessoas pelo amor demonstrado ao longo desses anos”, afirma.

Além de celebrar missas e atender a comunidade, o padre Luiz terminou de escrever uma coleção de 10 livros chamados “Histórias da Bíblia para Crianças”. “Os livros ainda não estão impressos, mas acredito que em 2 ou 3 meses já estarão à venda por um preço simbólico de R$2. Cada exemplar apresentará 60 páginas coloridas, com 7 testes no final de cada um deles para a criança fazer com os pais”, relata.

Ele conta que decidiu escrever livros para crianças pois acredita que, hoje em dia, a criança não está muito bem informada sobre o conceito de bem e mal. “Elas assistem muita televisão, que a todo tempo prega o consumismo. As crianças precisam entender que devem fazer o bem, fazer o que Deus pregou, que é amar ao próximo e amar o pai do céu”, ressalta.

Em 2007 a Igreja São Francisco foi elevada à paróquia e o padre Luiz foi nomeado o seu primeiro pároco, cargo que exerce até hoje. “Eu deixei a Catedral em 2000, pois sempre tive vontade de ter uma experiência em uma instituição pequena. Sempre gostei de trabalhar com o pessoal mais humilde e foi uma experiência muito gratificante. Hoje nós temos indendência plena, realizamos batizados, casamentos, somos uma entidade completa”, declara.

Para 2012, o monsenhor Cechinato tem planos de organizar uma equipe de evangelizadores para visitar pessoas a fim de trabalhar temas que possam orientá-las. “Neste próximo ano eu desejo que todos tenham um ano novo diferente, não quanto ao tempo, mas quanto ao uso do tempo e que todos possam experiementar o amor de Deus”, finaliza.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
3 Comentários
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
MariaDonizetti Evangelista
MariaDonizetti Evangelista
9 anos atrás

Querido p.e.Luiz fico muito feliz em ve-lo bem,foi o senhor que a muito tempo na capela Sâo José na Vila Orestina municipio de Borborema-SP fez o meu batizado ,sou filha de Lucirio Pedro Evangelista que foi seu amigo por muito tempo em que esteve por lá..Meu nome é Maria Donizetti Evangelista sou Ministra da Palavra em Santa Rita do Sapucaí-MG,na Paróquia Nossa Senhora de Fátima e no Santuário Arquidiocesano de Santa Rita de Cássia .Hoje numa formação na Paróquia nossa Senhora de Fátima levei seu livro A Missa Parte por Parte ,foi aí que senti saudades de tuas Homílias que tanto contribuiram pela minha base religiosa na minha infancia.Meus pais já são falecidos mas meus irmãos residem em Borborema e a fé em Jesus Cristo permanece viva em nossa família .Um grande abraço desta tua irmã em Cristo.

Júlia
Júlia
9 anos atrás

Querido Padre Luiz, hoje dia 16/07/12, minha filha está lendo seu livro O Reino de Deus. Ficou feliz em saber que foi o senhor que a batizou na Catedral de São Carlos em 1988. Hoje moramos no Broa, município de Itirapina, e frequentamos a Comunidade de Nossa Senhora das Graças, pertencente a Paróquia Santo Antonio de Pádua, tendo como pároco, o Padre Dony. Desejamos que Deus te ilumine sempre!
Júlia e Ana Carolina.

Luiz Antonio Mattoso
Luiz Antonio Mattoso
9 anos atrás

Revmo pe.Luiz Neste dia do padre nao poderiamos deixar de interceder junto de DEUS para que o nosso querido paroco seja abencoado.Que seja amparado e protegido com as gracas de DEUS.Que MARIA lhe de muita saude .Familia Mattoso e Lurdinha

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x