4 de Março de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Marquinho entrega títulos a Elício e Abrahão

Marquinho entrega títulos a Elício e Abrahão

28/04/2012 12h20 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Marquinho entrega títulos a Elício e Abrahão

Autor dos decretos legislativos que determinaram as homenagens oficiais, o vereador Marquinho Amaral (PSDB) entregou, na noite da última sexta-feira, 27 de abril, os títulos de “Cidadão Honorário de São Carlos”, ao promotor de Justiça aposentado, doutor Abrahão Burihan, e de “Cidadão Benemérito de São Carlos”, ao jurista brasileiro, Elício de Cresci Sobrinho.

A sessão solene que oficializou a entrega dos títulos foi realizada no Salão do Júri do Fórum Criminal de São Carlos, localizado na Rua Conde do Pinhal e durou cerca de 3h30 entre 20h e 11h30. Depois, todos os convidados foram recepcionados num concorrido jantar no Hotel Anacã.

 

Marquinho afirma que o reconhecimento às duas personalidades do Direito resgatam uma dívida da cidade de São Carlos. “Este é um momento histórico, onde duas figuras ilustres da justiça brasileira, serão reconhecidas pelas suas contribuições ao desenvolvimento da nossa cidade em suas áreas de atuação”. O tucano fez questão de ressaltar o apoio dos demais vereadores na aprovação da honraria. “Não poderia deixar de agradecer os meus nobres colegas da Câmara por terem aprovado estes títulos de minha autoria”.

 

No ano passado, acompanhado do advogado especializado em Direito Administrativo e Eleitoral, Luis Donizetti Luppi, Marquinho visitou os escritórios de Elício de Cresci e Abrahão Burihan, onde anunciou a aprovação dos referidos títulos.

Quanto ao local escolhido para o evento, o vereador ressalta que foi um consenso entre os dois homenageados, o presidente da OAB local, doutor Glaudecir José Passador e o presidente da Escola Paulista de Magistratura – Núcleo Ribeirão Preto, doutor Paulo Cesar Scanavez. “Em consenso, optamos por realizar este evento no Fórum Criminal e assim oficializar o reconhecimento que temos por estas duas ilustríssimas pessoas que temos o prazer de saber que optaram em fazer suas histórias em nossa cidade”, finalizou.

 

Elicio ressalta que a homenagem foi o coroamento de uma carreira toda dedicada à Justiça. “Estou extremamente feliz e satisfeito”. Burihan se disse bastante honrado com a lembrança de seu nome. “Resido em São Carlos há quase 30 anos e hoje posso dizer que me sinto um são-carlense. É o coroamento de minha vida pública e guardo no caro do meu relicário como uma das honras de minha vida pública”.

 

O escritor e vice-reitor da Universidade Estácio de Sá, Deonísio da Silva afirma que mesmo tendo que percorrer cerca de 2.000 quilômetros fez questão de estar presente à homenagem. “As homenagens são mais que justas aos dois homens do Diretio. O Elicio é um amigo especial e meu advogado. Além da competência que tem como jurista é um homem muito raro com saber eclético. Seu conhecimento é lastreado em boa filosofia. A dádiva dele de dominar outras línguas o faz conhecedor de outras ordens jurídicas. É uma personalidade de valor nacional e internacional”.

 

 

QUEM SÃO OS HOMENAGEADOS

 

– Elício de Cresci Sobrinho é formado em Direito pela USP (Universidade de São Paulo) na Faculdade do Largo de São Francisco, na capital paulista. Estudou na Faculdade de Direito da Universidade de Heidelberg, na Alemanha e na Universidade de Lisboa, em Portugal. Foi professor das Faculdades Metropolitanas Unidas, na Faculdade de Direito de São Carlos (Fadisc) e na Faculdade de Direito de Ribeirão Preto.

Dr. Elício atua há 46 anos na área de Direito, foi assessor jurídico da Câmara Municipal de São Carlos por 13 anos e procurador geral do município na gestão do ex-prefeito Antonio Massei, na década de 1970. É autor de diversos livros sobre a área jurídica.

 

 

– Abrahão Burihan é casado com Leda Arantes Burihan, com quem tem dois filhos: os advogados Eduardo Arantes Burihan e Rosa Maria Arantes Burihan. O promotor aposentado nasceu em Ibitinga e graduou-se em Direito pela Faculdade de Direito de Bauru, em 1962. Ocupou os cargos de promotor de Justiça nas cidades de Santos, Pitangueiras, Bebedouro e Brotas, sendo que em 1984 foi promovido por merecimento, para ocupar a Comarca de São Carlos, onde atuou por cerca de 10 anos junto à Vara Criminal e do Júri.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x