17 de Outubro de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Metalúrgicos aprovam em assembléia intensificação das mobilizações

Metalúrgicos aprovam em assembléia intensificação das mobilizações

19/09/2011 19h02 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Metalúrgicos aprovam em assembléia intensificação das mobilizações

Sindicalistas se reuniram no domingo - foto Assessoria de ImprensaBancada dos trabalhadores e patronal voltam a se reunir nesta semana para discutir acordo da Campanha Salarial da categoria

Foi realizada no último domingo, 18, na Sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região, uma assembléia com a categoria sobre o impasse nas negociações da Campanha Salarial 2011.

Como não houve avanço nas negociações e nem melhora da proposta econômica das bancadas patronais, os trabalhadores decidiram pela intensificação das mobilizações nas portas das fábricas e protestos.

Por não atenderem às expectativas dos trabalhadores, a bancada da FEM-CUT/SP (Federação dos Sindicatos Metalúrgicos) rejeitou na semana passada, na mesa de negociação, as propostas de aumento real apresentada pela bancada patronal dos Grupos 2, 3, 8, 10 e Fundição. Já a bancada da Estamparia nem chegou a apresentar proposta.

Erick Silva, presidente do Sindicato, destacou que cerca de 80% da base metalúrgica em São Carlos compõe o Grupo 2 (Máquinas e eletrônicos). “Os trabalhadores demonstraram disposição de luta e continuarão mobilizados até a conquista de um acordo que contemple a categoria”, disse ele.

Neste ano, as negociações estão acontecendo diretamente com as bancadas patronais e não mais com o CIESP – São Carlos. É a primeira data-base que o Sindicato participa em conjunto com a FEM-CUT/SP, anteriormente isso só ocorria em negociações com as Montadoras.

Índices de aumento real propostos pelos grupos patronais

Fundição – 1,49%; REJEITADO

Grupo 2(Máquinas e eletrônicos) – 1,02 %; REJEITADO

Grupo 3(Autopeças, forjarias e parafusos) – 0,84%; REJEITADO

Grupo 8 (trefilação, laminação de metais ferrosos; refrigeração, equipamentos ferroviários, rodoviários entre outros) – 1,02%; REJEITADO

Grupo 10 (reúne os sindicatos patronais dos setores de lâmpadas, equipamentos odontológicos, iluminação, material bélico entre outros)– 0,72%; REJEITADO

Montadoras –2,43% em 2011 e 2,51% em 2012; APROVADO{jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x