1 de Outubro de 2020

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Ministério assina convênio para dar sequência às obras do HE

Ministério assina convênio para dar sequência às obras do HE

26 de Março de 2015 às 00:30 Publicado por: Redação
Ministério assina convênio para dar sequência às obras do HE

O Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira, 23, publicou a celebração do convênio entre o Ministério da Saúde e a Fundação de Apoio Institucional (FAI), que pertence à Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) para que as obras do Hospital Escola Dr. Horácio Carlos Panepucci (HE) possam ter prosseguimento. O convênio vale a partir de 9 de abril.

A FAI, com os repasses de recursos do Ministério da Saúde, deverá dar sequência à obra do HE e concluir o seu segundo e terceiro módulos que serão acoplados ao primeiro que foi inaugurado no segundo governo Newton Lima. A obra do Hospital Escola está muito atrasada, foram registradas idas e vindas com licitações para empresas concluir a construção.

O Hospital-Escola de São Carlos integra a Rede Escola de Cuidado à Saúde, oferecendo 32 leitos de observação e equipamentos de diagnóstico por imagem, fortalecendo o atendimento aos usuários do SUS. Ele foi inaugurado às vésperas do Sesquicentenário da cidade em 2007.

A reforma do segundo e terceiro módulos do HE está orçada em R$ 35 milhões. O recurso que virá do Ministério da Saúde será da ordem de R$ 5,6 milhões. O projeto executivo de obras está orçado em aproximadamente R$ 3 milhões e ele deverá mudar a estrutura que foi inicialmente pensada para o HE. No primeiro projeto, o HE não teria obstetrícia e nem maternidade, agora essas áreas serão incluídas. Outra área que será atendida no HE é alta complexidade no setor de cardiologia.  A competência da FAI com esse convênio é prover um novo projeto executivo para que depois que a Ebserh assumir e isso está pactuado com o Ministério da Saúde, a Empresa de Serviços Hospitalares receberá os recursos para desenvolver o projeto de obras. 

O recurso foi destinado à FAI para que se ganhasse agilidade na execução do projeto executivo, pois a Ebserh só assumirá a administração do HE entre setembro e outubro depois de contratar seus funcionários. 

A previsão inicial para o 2º módulo do Hospital-Escola é de que o equipamento tenha 188 leitos de internação, nas áreas clínica, cirúrgica, pediátrica e obstétrica, além de laboratório de analise clínica, UTI Adulto, Centro Cirúrgico e Obstétrico e serviços de apoio como manutenção, lavanderia, nutrição e dietética e central de esterilização de materiais. O Hospital Escola deverá ter 50 leitos de terapia intensiva. Sendo dez de UTI Neonatal, dez leitos de UTI pediátrica, dez leitos de UTI coronariana, 14 leitos de UTI Geral e seis leitos para adultos.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x