28 de Fevereiro de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Motoristas não respeitam ciclofaixa

Motoristas não respeitam ciclofaixa

05/05/2012 09h44 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Motoristas não respeitam ciclofaixa

Não é preciso permanecer muito tempo na avenida Comendador Alfredo Maffei, entre a rua São Paulo e a escola Educativa, onde foram implantados 2,5 quilômetros de ciclofaixa, para se deparar com uma cena recorrente: condutores de motocicletas e automóveis invadindo o espaço destinado ao trânsito de bicicletas.

Alguns ciclistas alegam que a falta de segregação da ciclofaixa por meio de barreiras físicas contínuas pode contribuir para que esse desrespeito aconteça. No entanto, segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de São Carlos, as normas técnicas nacionais e internacionais de implantação de uma ciclofaixa expressam claramente que somente em locais onde a velocidade máxima permitida for superior a 50km/h é que existe a necessidade de a pista ciclável ser separada da via princiapal através de obstáculos físicos contínuos, o que não é o caso da avenida em questão.

Para Mariana Ignatios, integrante da Associação São-carlense de Ciclismo e que utiliza a bicicleta como meio de transporte, está mais do que na hora de os motoristas perceberem que as ruas podem ser usadas por todos, inclusive, por ciclistas. “Acredito que mais importante do que ciclovias e ciclofaixas, devemos compartilhar as ruas da cidade. Para as vias mais movimentadas como a Marginal, o ideal mesmo é a ciclovia, já que é uma via onde os veículos circulam em velocidades maiores. Mas temos que lembrar que o ciclista não vai andar somente na Marginal, mas também pelo Centro, por exemplo, onde, em alguns locais, não há espaço nas vias para uma ciclovia. Então a solução é compartilhar”, opina.

Segundo a ciclista, faltam campanhas de educação no trânsito, já que na opinião de muitos motoristas, a bicicleta deve circular em ruas de lazer e não dividir o mesmo espaço no trânsito. “Muitos não acham que a bicicleta é um meio de transporte. Leis como manter um metro e meio de distância do ciclista ao ultrapassá-lo é desconhecida pelos motoristas, por exemplo. Por outro lado, muitos ciclistas acham que como a bicicleta não tem motor, não é necessário respeitar as leis de trânsito, como não andar na contramão. Ou seja, falta conscientização de ambas as partes”, ressalta Ignatios.

A assessoria de imprensa alega que quando as obras de implantação da Rede Cicloviária de São Carlos forem concluídas, o intuito é de realizar campanhas educativas para orientar tanto mortoristas quanto ciclistas. A primeira etapa da rede, que disponibilizará 24 quilômetros de percurso aos ciclistas do município, já está sendo implantada. Outros 17 quilômetros serão feitos em uma segunda etapa, totalizando 41 quilômetros de ciclovias na cidade. No entanto, não há previsão de quando elas estarão em funcionamento.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Wilson
Wilson
8 anos atrás

Graças a essa ciclofaixa eu já sofri um acidente andando de bicicleta na volta do serviço.
A burrice de quem fez é tamanha que fizeram ela na contra mão e todos os carros só olham para a esquerda e não para a bicicleta que está vindo na outra mão da ciclofaixa.
A mulher do carro estava esperando a oportunidade de passar de uma lado para o outro da marginal, ela espero um tempo até que paro aquele fluxo de carro grande que estava vindo, quando deu passagem para ela eu estava bem perto do carro só deu tempo de gritar e esperar que ela me acertasse.
Graças a Deus nada aconteceu comigo, o carro acertou meu joelho que não aconteceu nada, mais só de ter me acertado e feito eu me deslocar uns palmos do chão com a bicicleta deu para assustar muito.
A mulher do carro me ajudou muito, me acalmou.
Antes disso acontecer, no posto perto dali, um carro estava saindo do mesmo quando tive que gritar para ele perceber que eu estava na ciclofaixa.
As pessoas só olham para a esquerda que é de onde os carros vem, AS BICICLETAS ninguém quer saber.
Aposto que se fosse uma criança andando com sua família ou aquelas que voltam do campo de futebol ali perto, teria se machucado muito ou até mesmo morrido por causa dessa CICLOLIXO que a prefeitura aprovou.
Os carros param na faixa e a bicicleta tem que desviar do carro saindo da ciclofaixa, além de não respeitarem carros fazem as curvas comendo faixa e muitos nem sabem que ela está ali e se continuar assim vamos começar a ver mortes ao invés de comentários de pessoas se machucando por causa dessa CICLOLIXO de São Carlos cidade moderna e Humana. Obrigado prefeitura por deixar ser aprovado tamanha burrice

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x