Natal amplia solidariedade da população

22 de dezembro de 2011


Dona Terezinha, de 81 anos, diz que esse natal está “com cara de triste”. Para ela, o difícil da época é que os familiares muitas vezes não vão visitar os moradores do asilo “Cantinho Fraterno”, que acabam ficando sem a companhia de um conhecido nesse dia especial. Mas mesmo com a diminuição das visitas e a grande carga emocional que vem com a data, a equipe do local, antes conhecido como Maria Jacinta, pode comemorar o volume de doações deste mês de dezembro.

LEIA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA SEXTA-FEIRA (23) DO JORNAL PRIMEIRA PÁGINA

comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *