28 de Fevereiro de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Orgânicos viram opção na mesa do consumidor

Orgânicos viram opção na mesa do consumidor

09/12/2011 08h16 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Orgânicos viram opção na mesa do consumidor

O mercado de produtos orgânicos vem ganhando espaço. Em São Carlos, por exemplo, é possível encontrar lojas especializadas e alimentos diretos do produtor. Porém, quem opta em realizar compras em redes de supermercado acaba não optando pelos orgânicos devido o valor, quase sempre, elevado.

Para Luis Carlos Esteves, conhecido como Luizão, que atua em uma horta orgânica, em alimentos produzidos de maneira orgânica as diferenças são percebidas facilmente. “A primeira coisa para se destacar, que é a diferença mais gritante, é o sabor. Se você é habituado a comer alimentos de supermercado, o dia que você come um orgânico, nunca mais volta atrás. A textura, a cor e o sabor são completamente diferentes, além da qualidade”, comenta.

A horta que Luizão trabalha produz alface, rúcula, almerão, pimenta, cenoura, beterraba, rabanete, alho poro, pimentão, hortelã, abobrinha, pepino, entre tantos outros. Todos 100% orgânicos.

Os produtos são vendidos na própria horta e, principalmente, através de entregas em residências, empresas e instituições. Cada cesta contém 5 tipos de alimentos que podem variar de semana para semana, de acordo com o que estiver melhor na horta ou produzindo na época. “Hoje, por exemplo, entregamos na cesta cenoura, beterraba, chicória, rúcula e chuchu. Sempre por R$ 6,50, uma vez por semana, na própria casa do consumidor. Cada item acaba saindo por R$ 1,30”, explica Luizão.

A agrônoma e proprietária de uma loja de orgânicos, Juliana Ortega Smith, conta que começou seu negócio cerca de 3 anos atrás através com uma loja virtual e hoje tem endereço físico. “A loja permite ampliar horizontes, seja na diversidade de produtos ou no volume de venda, além de ficarmos mais acessíveis e visíveis. Em São Carlos, vejo que as pessoas têm mostrado bastante interesse por produtos orgânicos”, comenta.

No estabelecimento de Juliana, além de verduras e legumes, são oferecidas frutas, segundo a proprietária mais difíceis de serem encontradas, ovos, queijo, leite, manteiga, requeijão, doce de leite, arroz, entre outros produtos orgânicos. “Trabalho com orgânicos e alguns produtos que não são. Nesse caso, priorizo os que não tenham conservantes ou produtos químicos, por exemplo”, conta.

Quanto a demanda por produtos orgânicos, Luizão conta que no momento é maior do que a horta pode produzir devido ao tamanho da área em que esta inserida. 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x