23 de Setembro de 2020

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Pesquisas mostram melhora na avaliação da estrutura turística do município

Pesquisas mostram melhora na avaliação da estrutura turística do município

Os estudos tiveram como objetivo apresentar informações sobre o perfil e o comportamento de turistas e excursionistas que visitam a cidade

14 de Agosto de 2020 às 20:24 Publicado por: Redação
Pesquisas mostram melhora na avaliação da estrutura turística do município Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Porto Ferreira (SP)

A Divisão Municipal de Turismo, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, divulgou um comparativo entre pesquisas realizadas nos anos de 2017, 2018 e 2019 com o público visitante, principalmente aquele que busca o turismo de negócios na região do Circuito da Cerâmica Artística e da Decoração.

As pesquisas são ferramentas indispensáveis para o planejamento turístico de uma destinação e um elemento determinante para que Porto Ferreira possa manter sua classificação de Município de Interesse Turístico (MIT), outorgada pelo Governo do Estado.

Assim, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo contratou a empresa Leal Consultores e Associados para a aplicação das pesquisas de Demanda Turística Real e elaboração dos Estudos de Demanda Turística Real do município, de acordo com a Lei Complementar Estadual nº 1.261/2015, a legislação dos Municípios Turísticos Paulistas.

Os estudos tiveram como objetivo apresentar informações sobre o perfil e o comportamento de turistas e excursionistas que visitam o município, coletando informações a serem utilizadas pelo Poder Público e pelas empresas privadas que buscam o desenvolvimento e o fomento da atividade turística no Município de Interesse Turístico de Porto Ferreira.

Nos comparativos dos anos de 2017, 2018 e 2019 houve, de forma geral, uma crescente avaliação positiva da estrutura municipal para o turismo de negócios. Por exemplo, o público visitante, que era predominantemente feminino nas duas primeiras pesquisas, passou a ter um equilíbrio entre homens e mulheres no ano passado.

As condições de limpeza urbana, segurança pública, sinalização turística, serviços de telecomunicação e internet, serviços de restaurantes e alimentação e atrativo turístico passaram da avaliação “bom” para “muito bom”.

Nos dois primeiros anos, uma das maiores reclamações dos turistas era quanto à falta de banheiros no Circuito. Já em 2019, 75% dos entrevistados não declararam nenhum ponto negativo na estrutura da cidade.

Outro ponto importante mostra uma evolução dos gastos com produtos locais pelos turistas. Em 2017, cada turista gastou em média R$ 180 em compras. Este número subiu para R$ 552 em 2018 e chegou a R$ 1,5 mil, em 2019.

As pesquisas também mediram outros dados do público visitante, como idade, escolaridade, renda familiar, a origem dos viajantes, como eles conheceram as lojas, o motivo da viagem (compras, lazer etc.), se o turista pernoitou no município, entre outras informações.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x