Prefeitura de Ibaté inaugura Centro de Tratamento do Pé Torto Congênito

15 de março de 2019


Foi inaugurado na última quarta-feira, 13 de março, o Centro Especializado no Tratamento do Pé Torto Congênito, em Ibaté. O espaço surgiu através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Rotary Club Internacional, e está instalado no Ambulatório Médico Municipal “Dr. Ivo Morganti”.
Dr. Ricardo Innecco de Castro, ortopedista pediátrico inscrito na Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica, é um dos grandes responsáveis pela implantação do Centro na cidade. “Fomos convidados a montar a Clínica de Referência para o Tratamento da enfermidade do Pé Torto Congênito, através do Método Ponseti, que é a deformidade mais comum nos pés das crianças. Uma a cada mil nascem com pé torto congênito e que, se a gente tratar de maneira rápida e precoce, conseguiremos ótimos resultados”, relatou.
O ortopedista relatou que a Prefeitura de Ibaté aceitou prontamente o projeto. “Quando fui apresentar o projeto ao prefeito José Luiz Parella, foi rapidamente aceito. Então, acho que isso é um grande ganho, não só para Ibaté, pois não existe na região de São Carlos uma clínica que faça o atendimento dessas crianças e elas, geralmente, precisam ficar aguardando vagas em outros locais. Ibaté abriu as portas para região e mostrou como é possível fazer muito com pouco”, afirmou.
O projeto foi iniciado em 2016, pelo Rotary Club Sudeste e Iowa nos EUA, que treinaram 50 médicos do Brasil, durante dois anos. Ao todo, serão instaladas 50 Clínicas Rotary de Tratamento de Pé torto Congênito por todo o país. Ibaté faz parte da seleta lista do Programa “Erradicando o Pé Torto no Brasil”.
A presidente do Rotary Club Internacional Norte, Fernanda Almeida, falou sobre o atendimento aos pacientes. “Esse é um projeto muito importante que tem uma primeira fase em que Ibaté está dando suporte, através das cirurgias, e o Rotary Internacional entra com a segunda parte que são as órteses e próteses”, comentou. Ela falou da parceria que está sendo concretizada com a Alemanha para aquisição de órteses e próteses. “Então, essa segunda parte, nós vamos fazer um convênio com Alemanha, o dinheiro já está disponibilizado e só faltam alguns detalhes para ser efetivado, para que esse projeto venha acontecer. A grande importância, agora, é comprar essas órteses e próteses”, relatou.
Representando o prefeito Zé Parrella, o vice-prefeito Horácio do Carmo Sanchez falou da motivação e lembrou como foi dado o pontapé inicial ao projeto na cidade. “A grande motivação é ver as crianças entrarem neste consultório e sair andando perfeitamente. Essa é a grande motivação. Quando o Dr. Ricardo chegou com o projeto, eu estava com o prefeito que, imediatamente, pediu para que tomássemos conhecimento e desse andamento, tanto que faz apenas dois meses que a gente abraçou projeto e hoje estamos inaugurando o consultório”, afirmou.
Horácio ressaltou que o consultório está pronto para receber as crianças da cidade, região, estado e do Brasil. “De onde vier. Um consultório próprio com equipamentos adquirido pela prefeitura, brinquedoteca, setor de enfermagem, em que o Dr. Ricardo está por trás. Só a felicidade desse projeto e de Ibaté ser uma das primeiras cidades do Estado de São Paulo receber esse projeto maravilhoso”, relatou o vice-prefeito.
Zé Parrella recebeu com grande entusiasmo o projeto. “O Dr. Ricardo nos procurou e apresentou esse programa, que me chamou muito a atenção. Procuramos atender todas as solicitações e, com muito orgulho, inauguramos esse Centro na nossa cidade, que será referência para nossa macrorregião”, relatou.
A clínica vai atender toda a região coração, através do encaminhamento via CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviço de Saúde), assim como, via Clínicas de Referência Rotary. “Vamos nos tornar referência nesse tipo de atendimento e atender mais de 1500 crianças por ano, em todas as clínicas, dando um atendimento adequado e rápido aos portadores desta deformidade, que antes não tinham acesso ao método de Ponseti”, finaliza Dr. Ricardo Innecco.
O METODO DE PONSETI
Professor Ignacio Ponseti, médico espanhol, professor benemérito da Universidade de Iowa, desenvolveu o método de correção com manipulações gessadas na década de 60. Seus primeiros relatos mostravam resultados promissores precocemente, entretanto com alto índice de recidivas, o que levou a comunidade ortopédica ao ceticismo quanto a validade do método.
Estudos posteriores e reconhecimento da necessidade de complementação do tratamento com uso das órteses por tempo bem determinado, mostraram que a técnica alcançava resultados próximos a 90% de ótimos resultados, com baixo custo e pés moveis e indolores, após series de 6 a 8 gessos, semanais, seguidos em 80% dos casos, de um pequeno procedimento cirúrgico que pode eventualmente ser realizado ambulatorialmente.
Sendo assim, a partir do início dos anos 2000 o método se consolida como o ideal para tratamento da patologia do PTC em todo mundo, de fácil reprodução e realizável, com treinamento adequado, em qualquer parte do mundo.

3 recommended
comments icon 0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *