8 de Agosto de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Reforma do Fórum Cível completa 4 meses

Reforma do Fórum Cível completa 4 meses

01/06/2013 11h18 - Atualizado há 9 anos Publicado por: Redação
Reforma do Fórum Cível completa 4 meses

Completou, no último dia 28, o quarto mês das obras do Fórum Cível de São Carlos. Segundo o juiz André Macedo, diretor do Fórum, a previsão é que a obra dure outros 7 meses. “Ela já está com um certo adiantamento”, diz o juiz.

 

Segundo ele, já foi iniciada a parte externa e as fundações: “Estamos prontos para construir mais ou menos 1.200 m² de área adicional”. Ele explica que com esse espaço existe a pretensão de instalar novas Varas: “Trazer novos juizes para favorecer a comunidade de São Carlos, dentro de uma circunstância em que existem milhares e milhares de processos, mais juizes significa mais rapidez”.

Existe no tribunal, hoje, um estudo de qual seria a melhor definição dessas varas: “Nós temos duas Varas Cíveis criadas, mas há também o pedido de conversão em Varas de Família. O tribunal avalia atualmente um pedido de conversão dessas Varas criadas por lei em Varas de Família”.

Segundo o juiz, isso seria mais interessante, em razão da especialização: “Sendo Vara Especializada também tem um juiz especializado só para questão de família. Não misturaria civil específico (questões de contrato, de posse, de propriedade, de títulos de crédito, de execuções societárias,questões comerciais) com a família”, explica o diretor do Fórum.  

A consequência disso seria um desafoga das Varas Cíveis, pois toda questão de Família transcorreriam na Vara Específica: “Em Justiça, quando se pensa em especialização, se pensa em velocidade: o que é especializado é mais rápido, por isso que há esse interesse”.

Zazá Marcomini, presidente da subseção de São Carlos da Ordem dos Advogados, concorda com o juiz: “Considerando o volume atual de demandas existentes na cidade, a luz, o aumento de varas e do quadro de funcionários do Tribunal de Justiça trará maior segurança jurídica a população”.

Quanto a ampliação do Fórum, ela diz:  “Acho de extrema necessidade, porquanto, a ampliação do espaço físico traz maior comodidade  para o jurisdicionado, para os advogados e serventuários”.

O lançamento da pedra fundamental da obra, ocorrido no dia 28 de janeiro, contou com a presença da secretária da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado, Eloisa de Sousa Arruda.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x