2 de Março de 2021

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > São Carlos receberá 3.900 doses da Coronavac

São Carlos receberá 3.900 doses da Coronavac

Primeiro lote irá imunizar 19.5% do grupo que trabalha na área de saúde que é formado por 10 mil profissionais

20/01/2021 05h46 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
São Carlos receberá 3.900 doses da Coronavac

A Vigilância Epidemiológica de São Carlos irá receber entre hoje e amanhã 3.900 doses da Coronavac, segundo assessoria de imprensa da Prefeitura. O órgão irá se reunir com o Departamento Regional de Saúde (DRS III), em Araraquara, para definir quais profissionais de saúde serão vacinados prioritariamente.

O lote irá atender a aproximadamente 1.950 profissionais, que receberão a primeira dose até o dia 25 e a segunda dose em 28 dias. São Carlos conta com cerca de 10 mil profissionais de saúde. O primeiro lote irá imunizar 19,5% do grupo que trabalha na área de saúde.

Vacinas

Especula-se que esse lote de vacina se destinará aos profissionais de UTI e das enfermarias que atendem pacientes com suspeita e confirmados com COVID-19. Mas a definição depende da reunião na DRS III.

O Estado afirmou que no decorrer desta semana, as 645 cidades receberão seus quantitativos iniciais. Diariamente, a Secretaria divulgará os próximos destinos e quantitativos, dando transparência aos estoques previstos para cada local.

A Vigilância Epidemiológica (VGE) de São Carlos estimava começar a vacinação dos profissionais de saúde na segunda-feira, 25, como já estava previsto no calendário estadual. Mas o calendário deverá ser alterado com a reunião na DRS III.

Neste primeiro momento, profissionais de saúde, idosos com mais de 60 anos e pessoas com deficiência vivendo em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e quilombolas receberão as doses da coronavac, com o apoio de equipes da atenção primária do SUS, segundo as estratégias adequadas ao cenário local.

Estes públicos são prioritários considerando os critérios de exposição de infecção e risco para agravamento ou óbito pela doença. A inclusão de novos grupos populacionais será norteada pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde.

A divisão das grades foi baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI. O total de 1,5 milhão de doses é a referência para trabalhadores de saúde baseado na última campanha de vacinação contra a gripe. Esta mesma referência é utilizada para cálculo das grades regionais e para cada cidade.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, São Carlos está entre os 200 municípios paulistas que contam com estrutura de câmara refrigerada para armazenamento dos lotes. Esse grupo receberá diretamente do governo do Estado as doses do imunizante.

A supervisora da VGE de São Carlos, Kátia Spiller, disse na semana passada que o cronograma contemplava entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro vacinar profissionais de saúde. A partir de 8 de fevereiro os idosos acima de 75 anos; a partir do dia 15 os idosos entre 70 e 74 anos. No dia 22 de fevereiro iniciam os idosos entre 65 e 69; e em 1º de março os idosos entre 60 e 64 anos. “A partir dessas datas as pessoas entram na campanha e podem ser vacinadas a qualquer momento, ninguém será excluído se não comparecer nos dias estipulados”.

Esse calendário inicial projeta que a segunda dose do último grupo seja aplicada a partir de 22 de março. Se for a vacina Coronavac do Instituto Butantan, a segunda dose deve ser aplicada 28 dias após a primeira.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x