Cidades

São Carlos se destaca na qualidade de energia


Nesta semana, a CPFL Paulista, responsável pelo fornecimento de energia no município de São Carlos, divulgou que estará investindo cerca de R$ 520 mil para substituir a rede de distribuição de energia em São Carlos, com o objetivo de aumentar a confiabilidade do fornecimento do serviço.

Segundo a assessoria de imprensa da CPFL, a substituição será na rede elétrica nua (cabo sem proteção ou isolamento) por rede compacta. Mais moderno e seguro, o novo sistema de distribuição de energia irá trazer benefícios para a região dos bairros Cidade Aracy I e II, Antenor Garcia e Presidente Collor.

As obras para substituição foram iniciadas no começo do segundo semestre de 2011 e a previsão de término é para o final do primeiro semestre de 2012. Riberto José Barbanera, gerente de serviços de rede da CPFL Paulista, explica que a rede elétrica nua não apresenta qualquer problema e que é um sistema que atende perfeitamente aos quesitos de qualidade e segurança determinados pelos órgãos reguladores do setor elétrico. “A rede compacta é uma nova tecnologia que proporciona um maior grau de confiabilidade. Essa tecnologia foi adotada como um novo padrão pela CPFL, ou seja, todo sistema de distribuição de energia elétrica novo já é construído com esse tipo rede”, explica.

Riberto explica que os benefícios com a mudança serão muitos. “Podemos destacar a maior confiabilidade do sistema, ou seja, melhoria da qualidade do fornecimento de energia elétrica. Temos também o benefício estético, pois essa rede compacta contribui com a redução da poluição visual. O convívio desse tipo de sistema com a arborização urbana também é mais harmonioso. Além disso, podemos destacar a menor utilização de cruzetas de madeira”, explica.

O gerente explica que não existe necessidade de substituição da rede elétrica em outras regiões da cidade e que os investimentos foram direcionados para áreas densamente arborizadas e/ou congestionadas, como o centro da cidade.

Mesmo com tantos investimentos, a população são-carlense ainda se queixa de alguns problemas, como as quedas de energia. Riberto explica que as quedas de energia são uma ação do sistema de proteção da rede elétrica e são pontuais. “Quando há uma colisão de um veículo com um poste, por exemplo, ou quando uma árvore cai sobre a rede, ou quando pipas enroscadas nos fios provocam curto-circuito, o sistema, por questões de segurança, é desligado automaticamente, devendo ser restabelecido após inspeção e correção do problema”, comenta.

Além disso, destaca a qualidade do fornecimento de energia em São Carlos como uma das melhores do País. “A CPFL Paulista tem um dos melhores índices do Brasil, com Duração Equivalente por Consumidor (DEC), medida de qualidade que representa o tempo médio sem energia por 12 meses, em 2010 de 5,65 horas, enquanto a média nacional é de 19 horas, de acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)”, explica.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *