Cidades

São Carlos terá Plano para Gestão Integrada de Resíduos Sólidos


Quase 10 anos após a aprovação da Lei 12.305/10, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a Prefeitura de São Carlos vai apresentar o projeto de lei que regulamentará o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos ainda nesta semana. A informação é do Secretário Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação José Galizia Tundisi.
De acordo com Tundisi, o projeto de lei foi feito em parceria com a Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial (FIPAI), que consultou mais de dois mil empreendimentos em São Carlos, fazendo um levantamento completo de todos os tipos de resíduos que a cidade produz e também desenvolvendo um conjunto de programas para a gestão de resíduos sólidos do município. “Destaco o papel que a Secretaria de Serviços Públicos vai ter na gestão, a PROHAB vai reciclar todos os resíduos da construção civil, produzindo material para recapear estrada e construir casas”.
Com o plano, a Prefeitura espera aumentar a coleta seletiva. O diagnóstico para confecção do plano tem 500 páginas, e foi apresentado cerca de dois meses atrás. O plano completo está na rede há 10 dias. “Fizemos um grande estudo sobre a logística reversa desenvolvida. Fizemos uma audiência publica e faremos outra no dia 18”.
Após apresentar o projeto à Câmara Municipal, o Legislativo deverá também convocar duas audiências públicas para debater o tema. Segundo Tundisi, o plano é um avanço significativo para a gestão de resíduos sólidos de São Carlos. “Tratamos de processos muito importantes, do ponto de vista econômico e ambiental, para garantir a sustentabilidade”.
OUTRAS PARCERIAS – Além do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, a Prefeitura também está desenvolvendo outros projetos com em parceria com universidades. Há um projeto para gestão de parques, que já está avançado, com oito parques criados e outros quatro em fase de criação. O projeto de gestão está a cargo da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Os parques estão localizados em diferentes pontos da cidade, para que a população utilize e terão infraestrutura, trilha, centro educacional para cursos, que serão oferecidos pela UFSCar. As associações de bairro serão responsáveis pelos parques, com a prefeitura fazendo a manutenção.
Também será realizado levantamento de toda a biodiversidade do município, pela UFSCar. O projeto está em fase de contratação e já foi aprovado pelo conselho de ciência e tecnologia, fazer um levantamento completo, desde bactérias até mamíferos. A ideia é usar as informações para áreas de preservação, fazer cálculos do valor desse patrimônio, fazer livros para escolas, entre outros.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *