Cidades

Sesc São Carlos comemora 24 anos de sucesso


Unidade da Marginal tornou-se centro de lazer, cultura e entretenimento e ponto de encontro de gerações, além de ser o maior formador cultural da região

O Sesc São Carlos completou ontem 24 anos de atividades na atual sede, na Avenida Comendador Alfredo Maffei. De lá para cá o local se tornou o maior centro cultural, esportivo e de entretenimento de São Carlos e Região. A unidade une gerações, recebendo desde bebês nos espaços de brincar até os idosos com várias atividades para a terceira.
De festivais de blues, de jazz, shows de MPB, de rock, de samba, funk, sertanejo até moda de viola, o local foi palco dos mais diversos ritmos. De artistas da cidade até atrações internacionais, como Ike Turner e Magic Slim e grandes nomes da música brasileira, como Sá & Guarabyra, Engenheiros do Hawaii, Titãs, Paralamas do Sucesso, Elba Ramalho, Guilherme Arantes, Fundo de Quintal, Lô Borges e tantos outros embalaram a trilha sonora dos são-carlenses nestas quase duas décadas e meia de história.
O atual presidente do Sincomércio e vice-presidente da Fecomercio, Paulo Roberto Gullo, afirma que é uma grande felicidade para São Carlos ter uma unidade SESC. “É graças a força das lideranças comerciais que conseguimos esta grande conquista que é motivo de grande orgulho para todos nós, são-carlenses”, ressalta ele.
O edifício foi projetado pelo arquiteto paulistano Sérgio Teperman numa área de 17.960,00m². Até aquele sábado, 18 de maio de 1996, o Sesc – implantado na cidade em 1956 – funcionava na rua Dona Alexandrina. Anteriormente teve na rua Conde do Pinhal.
Com as novas instalações, ampliava sua presença na comunidade, em especial nos setores de cultura, esportes e terceira idade. São Carlos, na época extremamente carente desses espaços, passava a contar com a miríade de projetos do Sesc nas áreas de teatro, música, dança, artes plásticas, cinema, esporte, ginástica voluntária e educação ambiental. Na instalação da unidade tiveram atuação decisiva o professor Gilberto Antonio de Castro Motta, então diretor do Sesc local, e o empresário Jorge Duarte de Souza, então presidente do Sindicato do Comércio Varejista de São Carlos.
O processo que resultou na conquista do novo Sesc foi iniciado na gestão do prefeito Vadinho de Guzzi (1989-1992), apoiador e entusiasta da iniciativa.  A nova unidade foi inaugurada pelo então prefeito Rubens Massúcio Rubinho.
HISTÓRIA – O Sesc de São Carlos foi instalado no dia 6 de setembro de 1956. Teve sedes nas ruas Conde do Pinhal, esquina com rua São Joaquim, e rua Dona Alexandrina, entre as ruas General Osório e Bento Carlos, antes de se instalar em 196 em seu endereço definitivo.
Um trabalho que atende à diretriz pela qual o SESC, orientado pelo novo momento cultural e político e pelas questões sociais, dá enfoque a ações relacionadas com o meio ambiente, arte pública, diversidade e democracia cultural.
“Hoje é impossível se falar em cultura na cidade sem mencionar o papel que o SESC desempenha, com o vasto cardápio de opções que oferece em espetáculos teatrais, musicais, cinematográficos, exposições de artes plásticas e visuais e também o trabalho de educação para as artes e os esportes”, afirma o cronista Cirilo Braga.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com