Cidades

UFSCar cai uma posição em ranking nacional de Universidades; USP segue na liderança


Na última segunda-feira (7), a Folha de São Paulo divulgou seu ranking universitário, o RUF. Na edição deste ano, a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) caiu uma posição no ranking em relação a 2018, aparecendo na 12ª colocação com média de 89,15. Em 2018, a média alcançada pela Instituição fora 90,24.

Criado em 2012, o Ranking Universitário Folha avalia as universidades a partir de cinco indicadores: pesquisa científica, qualidade do ensino, avaliação do mercado de trabalho, internacionalização e inovação. Grande parte da queda na média da UFSCar deveu-se ao descenso de 13 posições no item Mercado, que considera a opinião de empregadores sobre preferências de contratação. No ano passado, a Universidade havia conseguido pontuação de  14,68 no tema, ficando na 36ª posição apenas nessa área. No entanto, em 2019, a pontuação caiu para 13,5 e a UFSCar ficou apenas em 49º lugar. A nota máxima é 18.

Já na Pesquisa, a UFSCar se manteve estável em relação a 2018. Ela obteve média de 38,88, ficando na 9ª colocação. Ano passado, também havia ficado nessa posição, obtendo média de 38,95. A nota máxima nessa área é 40. Na avaliação de Ensino, a UFSCar alcançou nota 30,47 e subiu uma posição na área, para 7º lugar, contra a média 30,36 obtida em 2018, que rendeu a 8ª colocação no quesito para a UFSCar. Para esse quesito, a nota máxima é 32.

Muito visado pelas universidades, o quesito da Internacionalização rendeu nota 3,42 à Universidade, que ficou na 16ª colocação. Já em 2018, a UFSCar havia obtido nota 3,44, ficando na 18ª colocação. Para a Internacionalização, a nota máxima possível é 6. Por fim, na área da Inovação a média obtida foi 2,81, ficando na 30ª colocação. A posição é a mesma do ano passado, quando obteve nota 2,88. A máxima pontuação que poderia ser obtida é 4.

Na liderança do ranking de instituições de Ensino Superior do Brasil aparecem a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É o segundo ano seguido que a USP se mantém no topo da lista. Já a Unicamp subiu duas colocações em relação ao ano passado, chegando à segunda colocação. Neta edição, a oitava do ranking, o levantamento avaliou as 197 universidades brasileiras, tanto públicas como privadas.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *