18 de Janeiro de 2022

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Umidade do ar aumenta desconforto no verão

Umidade do ar aumenta desconforto no verão

27/12/2011 09h06 - Atualizado há 10 anos Publicado por: Redação
Umidade do ar aumenta desconforto no verão

O verão começou oficialmente às 3h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (22) no Hemisfério Sul. De acordo com a previsão do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe), os próximos meses devem ser de calor e chuva acima da média.

Em São Carlos, já se pode perceber a temperatura acima de 30 graus há algum tempo, só pela proximidade com essa estação. Mas o forte calor que sentimos nessa época do ano não é culpa apenas das altas temperaturas. A chamada “sensação térmica” leva em consideração também o vento e, principalmente, a umidade relativa do ar. No verão, a umidade aumenta e, com ela, o desconforto.

Um cenário comum neste período, de acordo com o professor Miguel Ângelo Maniero, da UFSCar e do Departamento de Recursos Naturais e Proteção Ambiental. “Devido ao movimento da Terra essa é a época em que o sol está banhando com mais intensidade o hemisfério sul, é onde recebemos a carga máxima de energia solar, maior insolação”, explica.

O professor destaca também que é no verão que a umidade relativa do ar cai mais, o que também ajuda, e muito, na sensação térmica. “O calor faz aumentar a evaporação e a nebulosidade,o que também provoca a retenção de calor”.

Outra consequência dessa alta nebulosidade, são as chuvas. De acordo com o professor Maniero, o aumento das nuvens torna este cenário de tempestades bem comuns para esse período. “é normal essa intensidade de chuvas mais torrenciais”.

Quanto ao uso de ventiladores e ar-condicionado, o docente se diz reticente, embora saiba que ajudam bastante na melhoria de sensação térmica. “Ajuda na sensação mas prefiro não usar. Uma dica é preferir o uso de roupas claras, pois elas refletem mais o calor e absorvem menos”.

Para o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos), o consumo de água aumenta entre 10 e 12% nos meses mais quentes e secos e não haverá racionamento de água. “A única coisa que o SAAE pede é para economizar”, no site da entidade, você pode conferir algumas dicas de economia.

DEFESA CÍVIL – Sabedores já desses iminentes riscos de chuvas fortes no verão citados acima pelo professor Maniero, a Defesa Civil da cidade já se prepara a algum tempo, para os possíveis transtornos.  Enviando mensagens de alertas para todos os cadastrados e órgãos públicos.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
MIGUEL ANGELO MANIERO
MIGUEL ANGELO MANIERO
10 anos atrás

ADRIEL A MATÉRIA FICOU MUITO BOA.

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x
()
x