Cultura

‘Assumir foi não excluir a possibilidade de ser feliz”, diz Lulu Santos


Lulu Santos deu entrevista à Tatá Werneck no Lady Night desta última quinta-feira (28) e falou sobre seu relacionamento com o marido Clebson Teixeira e referências musicais que inspiraram a sua carreira. O cantor relembrou o dia em que o público se deu conta de sua relação homoafetiva. “A primeira vez que ele passou um fim de semana estendido no Rio, na hora que ele foi embora, ele postou a foto do helicóptero, que eu repostei e as pessoas juntaram as coisas. Fizemos em homenagem um ao outro”, recorda.
Na época da gravação do programa, o casal ainda não tinha oficializado a união estável, mas já nutria consigo a importância da representatividade para a felicidade dos dois.
“Você vê os beijos dos casais, os romances, os comerciais, os filmes, e acaba não se vendo representado naquilo, como se você fosse excluído daquela possibilidade de felicidade. Acho que o que a gente fez (assumindo o então namoro) foi não se excluir da possibilidade de ser feliz”, afirmou Lulu.
“Nunca tive a oportunidade de falar, e possivelmente não gostaria também, do que eu mesmo sofri: auto-opressão e opressão da sociedade”, completou o cantor.
Mudando de assunto, Tatá Werneck questionou Lulu sobre sua carreira profissional. Ele listou como suas referências Caetano Veloso, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Chico Buarque, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Beatles e Rolling Stones.

comments icon0 comentários
bookmark icon

Write a comment...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com